Sem presença de público, ASA perde para o Sousa e é eliminado da Copa do Nordeste: 2 a 1

Inexperiência pesa e Alvinegro dá adeus a competição regional na sua primeira partida

O dia de hoje (14) não poderia ser pior para a torcida do ASA. Após acordar com a notícia de que não poderia comparecer no Fumeirão para o duelo do ASA contra o Sousa, os adeptos tiveram que assistir a uma triste eliminação de casa. A partida foi válida pela 1ª fase da Copa do Nordeste 2022, e, por ser em jogo único, o Sousa se classificou após vencer por 2 a 1. Arthur, de apenas 19 anos, marcou os dois gols do clube paraibano, enquanto Joanderson fez para o Gigante.

Com o resultado, o Fantasma se despediu oficialmente da Lampions, de uma forma bem dolorosa. Por sua vez, o Sousa terá a 2ª fase pela frente. O adversário do Dinossauro será o Confiança, ainda sem data definida, mas a partida acontece em Aracaju.

1º Tempo

A partida começou da pior forma possível para o clube arapiraquense. O ASA disparou pra frente, mas sem qualidade alguma, o que gerou o contra-ataque fatal para o clube paraibano. A defesa não marcou bem e o atacante Arthur abriu o placar, com apenas um minuto.

A resposta alvinegra só veio aos 20 minutos. Joaninha fez boa jogada pelo lado esquerdo, descolou um cruzamento para Juninho. Para o azar do camisa 10, o goleiro Ricardo salvou o Dinossauro com uma bela defesa. Após o lance, por pouco o Sousa não aumentou. Jó Boy cabeceou com perigo aos 22, mas não foi na direção da meta de Alexandre.

Sousa começou melhor na partida, com dois gols no primeiro tempo - Foto: Remir Peixoto - Ascom ASA

As falhas defensivas do Gigante seguiram com certa frequência. Romeu teve boa chance aos 38. O meia lançou Keyllon e, no limite, João Victor conseguiu fazer o corte. Porém, aos 42, o corte não foi possível. Arthur recebeu um lançamento na medida e estourou no ângulo, da entrada da área, ampliando para o Verdão.

2º Tempo

No desespero, o ASA teve que ir pra cima do clube paraibano. Riva mudou, colocando peças mais ofensivas, porém pouco funcionou. Sávio tentou no começo do segundo tempo, mas finalizou à esquerda do goleiro Ricardo. Mas aos 21 minutos, enfim veio o alento para a torcida arapiraquense.

Jean Carlos foi derrubado na grande área, gerando penalidade máxima para o Gigante. Joanderson cobrou bem e conseguiu diminuir o placar da partida. Na sequência, o atacante ainda tentou o empate pelo alto, mas finalizou pra fora.

Jean Carlos, camisa 9, sofreu o pênalti que colocou o Gigante no jogo - Foto: Remir Peixoto - Ascom ASA

A partir do gol, o Sousa se postou lá atrás, buscando o contra-ataque, enquanto os meninos do Gigante foram pro abafa. Com 35 minutos, Chiquinho Alagoano cobrou uma falta com muito perigo. A bola pegou velocidade e passou perto da trave do goleiro Ricardo. Apesar disso, o Sousa ainda assustou. Aos 38, Daniel arriscou bem e finalizou no travessão de Alexandre.

O Verdão do Sertão começou a fazer cera para tentar segurar o resultado. O árbitro indicou seis minutos de acréscimos, único tempo restante para a reação. Porém, os atletas tiveram dificuldades para criar jogadas, permitindo chegadas do time da Paraíba, que foi suficiente para garantir a vitória e a classificação.

Ficha técnica

ASA - Alexandre; Chiquinho Alagoano, Marcão, Éverton (Wanderson) e Joaninha; João Victor (Matheuzinho), Sávio (Joanderson) e Caio; Jean Carlos (Henrique), Juninho e Xande. Técnico: Riva

Sousa - Ricardo; André, Gilson, Marcelo e Weslley; Keyllon, Romeu (Rodrigo Poty), Daniel e Juninho (Adriano); Arthur e Jó Boy (João Victor). Técnico: Tardelli Abrantes

Cartões amarelos - Romeu (Sousa); Wanderson (ASA); Weslley (Sousa); Matheuzinho (ASA)

Árbitro - Antonio Magno Lima Cordeiro (CBF-CE)

Assistentes - Jailson Albano da Silva (CBF-CE) e José Moracy de Sousa e Silva (CBF-CE)

Quarto árbitro - Jonata de Souza Gouveia (CBF-AL)