Sem Matheus Felipe e Lucão, CSA segue na busca de mais um zagueiro para 2022

Um meia também é procurado pelo Azulão, mas o foco da diretoria azulina é anunciar mais um defensor para o setor

Uma das metas do CSA em 2022 é montar um setor defensivo consistente e de confiança. Depois da saída de Lucão e Matheus Felipe, a diretoria do clube contratou, até agora, quatro zagueiros para disputarem a vaga: Denílson, Werley, Douglas e Marcel.

Mesmo com os novos reforços, o treinador Mozart disse na última coletiva que o clube está procurando mais um nome à altura das pretensões do estilo de jogo que o comandante conseguiu encaixar no Azulão em 2021. Isso para fechar o ciclo inicial de contratações e formar uma zaga sólida.

Na última temporada, além das boas atuações do goleiro Thiago Rodrigues, Lucão e Matheus se firmaram como a dupla titular na Série B do Brasileiro. Ao todo, o CSA sofreu 33 gols em 38 partidas, média de 0,87 por duelo.

Tanto disputando a bola aérea quanto no chão, ambos passaram muita confiança. O intuito é conseguir encontrar uma outra dupla que tenha o mesmo desempenho em 2022. E quanto mais opções a equipe tiver, melhor.

Assim, é grande a expectativa destes novos atletas se entrosarem em campo, tanto por parte da comissão técnica quanto do torcedor. Além do Alagoano, o CSA vai disputar Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série B do Campeonato Brasileiro.

Todos são torneios, portanto, que exigem um elenco qualificado em qualquer setor. Por isso, além do zagueiro, o CSA também está interessado em um volante parecido com o estilo de jogo do atleta Yuri Lara, destaque na Segundona, mas que foi defender o Vasco, time do coração.