Sem chances de deixar o Z4 nesta rodada, CSA tenta reação contra o Tombense

Resultados da rodada foram prejudiciais para o Azulão, que precisa vencer para seguir com chances de deixar zona da degola

Nesta segunda-feira (26), o CSA enfrenta o Tombense, às 20 horas, para fechar a 31ª rodada da Série B do Brasileiro. O confronto, que acontece no Estádio Rei Pelé, em Maceió, é de extrema importância para os azulinos. Isso porque, em caso de derrota, a equipe garantirá sua vaga no Z4 até o início 33ª rodada, pelo menos. Para os mineiros, vale um lugar na metade de cima da classificação.

Panorama

A rodada foi bem cruel para o Azulão, já que diversos adversários diretos conseguiram vencer. Guarani e Vila Nova triunfaram. E, por conta do resultado positivo dos goianos, o CSA não pode deixar a zona do rebaixamento, mesmo que vença o Tombense. Por causa dos critérios de desempate. O clube azulino está na 17ª posição, com 32 pontos, três a menos que o Guarani, que é o primeiro fora. A parte boa é que Chapecoense, Novorizontino, Náutico, Brusque e Operário não venceram.

CSA não vence há três partidas na Série B - Foto: Ailton Cruz

O Gavião faz um campeonato bem mais tranquilo. Com os jogos já realizados na rodada, o Tombense caiu para a 12ª posição da Série B, com 40 pontos. Um tanto longe da zona do rebaixamento. Como uma das novidades desta edição, a equipe mineira tem um objetivo muito claro: a permanência. Por isso, um resultado positivo em Maceió tranquilizaria o Alvirrubro de uma vez.

CSA

A derrota para a Chapecoense, há mais de uma semana, ainda vem custando caro para o CSA. Contudo, a equipe alagoana tem a vantagem de entrar em campo já sabendo todos os resultados dos adversários diretos. São, pelo menos, outros sete clubes brigando junto com o Azulão contra a queda.

Para enfrentar o Tombense, o principal reforço do técnico Roberto Fernandes será o retorno do meia Gabriel. E isso acontece em uma hora perfeita. Na rodada passada, o volante Rickson acabou sendo expulso, o que abriu uma vaga no time titular. Por outro lado, caso Gabriel ainda não esteja 100%, é possível que Tito Canteros entre na posição.

Gabriel deve ser a principal novidade do Azulão contra os mineiros - Foto: Ailton Cruz

Outro desfalque importante é no gol. O goleiro Marcelo Carné também foi expulso contra os catarinenses. Contudo, o antigo reserva imediato, Jean, não deve ser escolhido. Isso por conta da bela atuação de Paulo Ricardo no último jogo. O CSA ainda conta com o retorno do atacante Rodrigo Rodrigues, que cumpriu suspensão, mas deve começar no banco.

Outro que volta é o lateral Diego Renan. Inclusive, a chance de Diego começar entre os titulares é altíssima. Werley é a principal dúvida, mas é provável que não jogue. A escalação do Azulão para encarar o Tombense deve ter: Paulo Ricardo; Igor, Guilherme Paraíba, Lucão e Diego Renan; Geovane, Giva Santos, Gabriel (Canteros) e Lourenço; Lucas Barcelos e Elton.

TOMBENSE

Apesar de ser uma das maiores surpresas da Série B, o Tombense atravessa um momento delicado. São três derrotas nas últimas cinco partidas. Por conta disso, o sinal de alerta contra o rebaixamento começou a soar. Entretanto, o clube mineiro está muito próximo da permanência. O ideal são duas vitórias nos oito embates restantes.

O atual técnico do Gavião, Bruno Pivetti, irá reencontrar o CSA com o importante retorno do atacante Everton Galdino. Entretanto, o jogador terá que superar a concorrência do experiente Ciel, que vive boa fase. Por outro lado, também existe a possibilidade de Galdino jogar no lugar de Matheus Frizzo e a formação mudar para o 4-4-2.

Everton Galdino deve retornar para a sua posição de origem, no ataque - Foto: Victor Souza/Tombense

Luan, jogador importante no elenco de Pivetti, segue no Departamento Médico. A boa notícia é que Keké se recuperou de última hora e pode jogar. Por outro lado, na lateral direita, David parece ter vencido a concorrência de Diego Ferreira e segue como titular. A dúvida segue na esquerda, com a briga entre Manoel e Emerson.

Prezando um pouco mais pelo sistema defensivo, o Alvirrubro Mineiro perdeu o zagueiro Roger Carvalho, que é dúvida. Por isso, deve jogar com: Felipe Garcia; David, Ednei, Marcondes e Emerson (Manoel); Rodrigo, Zé Ricardo e Jean Lucas; Matheus Frizzo (Everton Galdino), Keké (Nenê Bonilha) e Ciel.

Arbitragem

Maguielson Lima Barbosa (CBF/DF) será o árbitro do duelo, no Rei Pelé. Alessandro Álvaro Rocha de Matos (FIFA/BA) e Daniel Henrique da Silva Andrade (CBF/DF) ficam como assistentes, em campo. Jonata de Souza Gouveia (CBF/AL) será o quarto árbitro. Na cabine do VAR, Daiane Caroline Muniz dos Santos (FIFA/SP) comandará como árbitra de vídeo. Fabricio Porfirio de Moura (CBF/SP) será seu assistente.