Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

Secretaria atende exigências da CBF e Rei Pelé fica 100 % apto para Série A

Nova iluminação do Trapichão foi inaugurada em 20 de maio e apresentou problema quatro dias depois, quando uma das torres apagou no jogo CRB x Vila

Enfim, a Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude (Selaj), responsável pela administração do Estádio Rei Pelé, cumpriu as exigências da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para o CSA mandar os jogos da Série A. Segundo a secretaria, todas as adequações foram realizadas até o mês de maio. A pasta informou que as obras de melhorias e as adequações custaram aos cofres públicos R$ 11 milhões.

O primeiro jogo da Primeira Divisão em Alagoas aconteceu no dia 1º de maio, no empate entre CSA e Palmeiras por 1 a 1. Ao todo, a entidade máxima do futebol brasileiro fez 15 solicitações, que se referiam a criação e ampliação de espaços, como por exemplo, o vestiário de arbitragem masculino e feminino, sala do árbitro de vídeo (VAR) e o próprio acesso aos cômodos..

Leia também


				
					Secretaria atende exigências da CBF e Rei Pelé fica 100 % apto para Série A
FOTO: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

Outro grande problema enfrentado e de máxima atenção era a instalação de um novo sistema de iluminação no Trapichão. A instalação e utilização da luzes em LED, porém, só veio acontecer na terceira partida que o CSA mandou em casa. Inclusive, no jogo CRB 1x1 Vila Nova, pela 7ª rodada do Brasileiro Série B, uma das torres da Grande Arquibancada acabou apagando repentinamente e, por consequência, interrompendo a partida por quatro minutos.

Com o novo sistema, o Rei Pelé, que tinha apenas 200 lux de iluminação, passou a contar com 1085 lux, superando os 800 exigidos pela CBF para mandar os jogos da Série A. Embora tenha solucionado o problema, os equipamentos são alugados de uma empresa especializada. De acordo com a secretaria, a contratação deste serviço a princípio é provisório, mas que pode ser permanente. As torres antigas continuam no mesmo local, e deverão passar por reformas.


				
					Secretaria atende exigências da CBF e Rei Pelé fica 100 % apto para Série A
FOTO: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

Com o investimento de cerca de R$ 11 milhões do Governo de Alagoas até então, os vestiários do Rei Pelé também passaram por mudanças. Outros pontos que foram atendidos compõem os 32 conjuntos de banheiros, aplicação de revestimento em azulejo da mureta do fosso que cerca o gramado, casamata da imprensa, tribuna de honra e de imprensa, pintura interna, externa, novos bares, além de ajustar imperfeições no "Memorial Rainha Marta".

Porém, o Trapichão ainda segue sem um placar eletrônico próprio. A Selaj já informou que o novo marcador foi comprado no mercado exterior, na China, e ainda não chegou ao Brasil. Expectativa é que chegue ainda em junho, durante a parada para a Copa América. Deste modo, sendo instalado até a volta do Campeonato Brasileiro. Enquanto isso, o torcedor presente no estádio acompanha o resultado dos jogos em um placar alugado instalado abaixo do desativado.


				
					Secretaria atende exigências da CBF e Rei Pelé fica 100 % apto para Série A
FOTO: Ailton Cruz

Os próximos jogos oficiais no Estádio Rei Pelé acontecem no dia 12 de julho, com o CRB enfrentando o Guarani na Série B e, no dia 21 de julho, quando o CSA recebe o Athletico Paranaense pela Série A. Antes disso, no dia 3 de julho, o Azulão manda a partida amistosa contra o Sport.

*Com informações da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude (Selaj)

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X