Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

Presidente do CSA detalha pautas de reunião na CBF: VAR e público nos estádios

Rafael Tenório disse, em encontro no Rio de Janeiro, que há a expectativa de que torcidas voltem às arquibancadas em setembro

Em entrevista ao repórter Warner Oliveira, do Timaço da 98,3 FM, o presidente do CSA, Rafael Tenório, falou sobre a reunião que teve na sede da CBF, nesta terça (27). O mandatário revelou detalhes da conversa, que teve o VAR na Série B como um dos principais destaques. O almoço no Rio de Janeiro contou com a presença do presidente da CBF, Coronel Nunes, e de representantes das Federações estaduais.

“Recebemos um convite para almoçarmos com a diretoria da CBF. Tivemos uma reunião com o conselho de arbitragem, o presidente Coronel Nunes, com toda a sua equipe. Foi mostrado o VAR, como vai funcionar na Série B. Foi uma conversa muito boa, tiramos dúvidas sobre como o VAR trabalha. Ele tem capacidade de fazer dez jogos ao mesmo tempo. Um encontro muito bom para o CSA. Tratamos sobre tabela, arbitragem. Uma conversa muito amistosa. Muito interessante esse encontro da diretoria do CSA com a da CBF”, disse.

Leia também

Um dos principais impasses para a implementação do VAR na Segunda Divisão era quem iria arcar com os custos. A CBF queria que os clubes pagassem, mas as agremiações se recusaram com a justificativa de que o valor era muito alto para arrecadações baixas. Por fim, Rafael Tenório deixou claro, mais uma vez, que a CBF pagará integralmente. O dirigente também informou que os árbitros de vídeo ficarão todos na sede da Confederação, pois a tecnologia e o espaço permitem que sejam realizados dez jogos ao mesmo tempo.

“Ficou acordado que a CBF vai arcar com o VAR, toda a despesa, inclusive para as Séries B, C e D. Todo o custo por conta da entidade. São dez cabines na CBF, para trabalhar em dez jogos ao mesmo tempo. Não há mais necessidade de os árbitros irem aos jogos. As imagens chegam em tempo real na CBF para serem analisadas pelo VAR”, revelou.


				
					Presidente do CSA detalha pautas de reunião na CBF: VAR e público nos estádios
Negociações para torcedores voltarem aos estádios em setembro. Ailton Cruz

Rafael Tenório também revelou que já há conversas para que, na primeira quinzena de setembro, os estádios brasileiros voltem a receber público em competições nacionais, respeitando negociações com os governos estaduais e municipais.

“Junto com o departamento jurídico da CBF, conversamos com eles na presença do presidente. Discutimos a possibilidade de, na primeira quinzena de setembro, a CBF liberar o público. Mas depende também de negociações com os estados e municípios para que possa ser liberado um percentual de torcedores em setembro. Concordo plenamente, desde que sejam cumpridos todos os protocolos (de saúde). Não vejo, neste momento, nada de anormal. Todos os outros segmentos de entretenimento estão atendendo ao público. Nesse momento todos nós concordamos com o público nos estádios”, completou.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas