Pensando na milionária Copa do Brasil, CSE e ASA começam duelo por uma vaga na competição neste domingo (23)

Equipes farão mais um clássico na temporada, mas desta vez valendo a terceira vaga alagoana na Copa do Brasil 2022

Para quem pensa que teremos decisão apenas na capital está enganado. Neste domingo (23), CSE e ASA abrem um capítulo importante tanto para a história do Clássico do Interior, como para o futuro das equipes. Jogando no Estádio Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios, os times farão a partida de ida da seletiva para a Copa do Brasil 2022, competição mais milionária do Brasil. A partida está marcada para as 16 horas.

O confronto será decidido em jogos de ida e volta, com o primeiro sendo em Palmeira dos Índios. Como os mandos foram sorteados, não existe nenhum tipo de vantagem para as equipes e se classifica quem vencer por mais gols. Em caso de empate, haverá pênaltis. O CSE chegou à seletiva por ter sido o terceiro colocado no Alagoano; o ASA, por sua vez, entrou por ser o campeão da Copa Alagoas. Quem passar pela seletiva se juntará a CSA e CRB na Copa do Brasil 2022.

Panorama

O CSE vive atualmente um dos momentos mais vitoriosos de sua história. Isso porque a equipe tricolorida conseguiu uma inédita vaga para uma competição nacional na última quarta-feira (19), quando bateu o Aliança por 2 a 1 e ficou com o terceiro lugar do Alagoano. Com a vaga na Série D 2022 garantida, o CSE quer mais, agora tendo a chance de se classificar para a Copa do Brasil pela primeira vez.

CSE e ASA irão protagonizar mais um Clássico do Interior em 2021 - Foto: Remir Peixoto

Do lado alvinegro, é a volta aos campos desde a última rodada do Campeonato Alagoano. O Gigante ficou de fora apenas pelo número de vitórias, mas deixou boa impressão quando bateu o Murici por 2 a 0, fora de casa. O Gigante Arapiraquense tem participações marcantes na Copa do Brasil, entretanto, não a disputa desde 2019 e busca retornar ao campeonato para ajudar nas finanças.

CSE

O clima em Palmeira dos Índios é de completo êxtase e festa. O terceiro lugar no Alagoano e a vaga na Série D coroaram a grande campanha feita pelo Tricolorido no campeonato estadual. Jaelson Marcelino, um dos cotados a melhor técnico do campeonato, foi o principal pilar deste sucesso, ao lado de destaques como Alan James.

Para a partida, porém, o treinador ainda tem algumas dúvidas, como é o caso de Stuart, que não conseguiu atuar contra o Aliança por uma lesão, e ainda será avaliado. Já a boa notícia é o retorno de Dakson. Suspenso na última partida, o camisa 10 tem tido um dos papéis mais fundamentais para o sucesso palmeirense.

Sem tempo para descansar, CSE já mudou as atenções para a seletiva - Foto: Ítalo Ramon/CSE

Apesar do clima de festa, o CSE vem determinado e focado, por isso Jaelson deve mandar força máxima com: Alexandre; Renato, Jan Pieter, Eduardo Bahia e Jackson; Jair Amaral, Cristiano, Cleiton e Dakson; Luizinho e Alan James.

ASA

O time arapiraquense não entra em campo desde o dia 5 de maio, porém, já acumula quase três meses da última derrota, que aconteceu no final de fevereiro. Inclusive, o técnico Ademir Fonseca está invicto no comando alvinegro: até aqui foram seis jogos, com três vitórias e três empates, dando alívio e confiança para a torcida do ASA.

O professor Ademir tem algumas dúvidas para o jogo. Dinda, Daivison e Ítalo passaram por problemas físicos e serão reavaliados para o clássico. Ítalo é o que está mais cotado para poder voltar, já Dinda e Daivison devem esperar até o último momento para saberem a condição.

Mesmo sem jogar, ASA seguiu as preparações para a disputa da vaga na Copa do Brasil - Foto: Reprodução/Instagram ASA

Empolgados e de olho na premiação dada pela Copa do Brasil, o ASA deve ir para o primeiro jogo da seguinte forma: Dida; Lázaro, Caíque Baiano, Marcelo e Ítalo (Johnnattan); Zé Wilson, Carlos Magno e Thiago Potiguar; Gabriel, Vinícius e Edson Kappa (Fernandinho).

Clássicos em 2021

Será o terceiro Clássico do Interior em 2021. Os dois primeiros acabaram com empates, e foi um jogo em cada estádio. O primeiro, válido pela Copa Alagoas, aconteceu no Juca Sampaio e terminou em 3 a 3. O último, já pelo Alagoano, foi em Arapiraca, mas acabou 0 a 0.

Arbitragem

José Ricardo Laranjeira, do quadro da CBF, será o árbitro do jogo. Ele terá assistências de Antonio Ibiapina Alvarenga (FAF) e Francisco Raimundo Freitas Jr. (FAF). A função de quarto árbitro será preenchida por Éder Gregori Viana (FAF).