No Gerson Amaral, Coruripe vence o CEO por 4x0 e assume a liderança da Segundona

Hulk atropelou e não deixou o CEO respirar, com 3 gols no segundo tempo; a equipe agora tem 6 pontos e arrancou na corrida para o acesso

Fulminante, o Coruripe venceu o CEO, com o placar elástico de 4x0, na noite desta quarta-feira (18), no Gerson Amaral. Com gols de Perea, Thuran, Mayck e Elton, o Hulk agora assume a liderança com 6 pontos e dá uma arrancada para a classificação. Já o CEO, tem 3 pontos e assume a quinta colocação, por ter vencido a partida da primeira rodada, contra o FF Sports. O jogo foi válido pela segunda rodada da Série B do Alagoano.

A partida

O primeiro tempo foi pouco agitado, com o Hulk dominando a primeira etapa, o CEO se defendeu e não trouxe nada de diferente, deixando a zaga do Coruripe tranquila, desarmando os botes do adversárIo tranquilamente.

O primeiro gol saiu aos 24 minutos da primeira etapa, em um cruzamento de William José, que pareceu teleguiado para a chegada de cabeça do jogador Perea.

Após o gol, até mesmo o Coruripe com vantagem sumiu, criando as melhores oportunidades da partida. O gramado do Gerson Amaral criou obstáculos para o Hulk Alagoano finalizar mais vezes e com mais qualidade. Para o CEO, a dificuldade era não somente o gramado, mas também a falta de posicionamento em campo, com os jogadores muito ansiosos. E a equipe do Coruripe conseguiu encontrar brechas na defesa e armar as jogadas.

Na segunda etapa, aí a coisa pegou fogo. Aos 15 minutos, Palhinha, que foi considerado o melhor em campo, cruzou uma bola certeira, que foi desviada na zaga, mas encontrou o zagueiro Thuran no caminho para cabecear de frente para o gol, sem chance para o goleirão do CEO.

Pouquíssimo tempo depois, aos 17, em uma falha absurda da defesa do time visitante, o Coruripe contou com a reposição de bola, do goleiro Gean, que encontrou Mayck, passando livre na entrada da área e finalizou com calma, no canto oposto do gol, marcando o terceiro do Hulk.

O quarto e derradeiro gol da equipe do Verdão da Praia veio aos 38 minutos e saiu dos pés de Elton. Em um vacilo “sinistro” da zaga do CEO, Pimpão inverteu a bola da esquerda para a direita e o zagueirão do CEO conseguiu deixar a bola passar no meio das pernas, sobrando para Elton finalizar e sacramentar a vitória do Hulk: 4 a 0.