Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

No finalzinho da partida, CSA cede empate ao Confiança: 2 a 2

Gols do Azulão foram de Marco Túlio e Rodolfo Filemon; já os Confiança foram assinalados por Bruninho e Williams Santana

O CSA não fez um bom jogo, foi pressionado pelo Confiança em boa parte da partida, chegou a ficar à frente no placar por duas vezes, mas não saiu do empate por 2 a 2, na noite deste domingo (7), no Barretão, em Lagarto, interior de Sergipe. O confronto fechou a segunda rodada da Copa do Nordeste.

Marco Túlio abriu o placar para o CSA, nos acréscimos do 1° tempo, Bruninho empatou na segunda etapa para o Confiança, Rodolfo Filemon fez o segundo do CSA e Williams Santana deixou tudo igual, ambos também marcados no tempo final. Clique aqui e confira o Tempo Real do jogo.

Leia também

Com este resultado, o Azulão do Mutange é o 5º colocado no Grupo B, com 2 pontos. E o Confiança, com um ponto apenas, está na 6ª posição do Grupo A do Nordestão.

O próximo compromisso do CSA pelo Nordestão será no dia 14 deste mês (domingo), no Clássico das Multidões, contra o arquirrival CRB. O duelo está marcado para as 18 horas, no Estádio Rei Pelé. Já o Confiança, visita o ABC, um dia antes, sábado (13), às 18h15, no Frasqueirão, em Natal-RN.


				
					No finalzinho da partida, CSA cede empate ao Confiança: 2 a 2

Etapa inicial

No primeiro tempo, o CSA começou tomando a inciativa do jogo, tentando surpreender o time do Confiança, saindo mais rápido para o ataque e marcando melhor do adversário. Mas quem assustou foi o Confiança. Aos 10 minutos, em bela jogada de Bruninho, ele encontrou Cristiano pelo setor direito de ataque que cruzou da direita, na pequena área, mas Rodolfo Filemon chegou de forma providencial para salvar o CSA, mandando para escanteio. Na cobrança, Bruninho mandou na primeira trave e Gilberto cabeceou por cima do gol. Confiança assustou de novo.

A primeira grande chance do CSA se deu aos 19 minutos, quando Silas arriscou uma bomba da entrada da grande área e viu o goleiro Rafael Santos segurar firme, livrando o time sergipano, que começou a partida recuado, mas passou a sair mais para o jogo, pressionando o Azulão.

A partida chegava aos 25 minutos e quem comandava as ações, pelo menos nos últimos cinco minutos, era o Confiança, mas errava muitos passes. Enquanto o CSA, parecia desorganizado em campo e também errava muito.

Em uma boa jogada do time sergipano, pela direita, aos 27 minutos, Rafael Vila cruzou, mas a bola passou por todo mundo e acabou ficando com o CSA. Aos 29 minutos, em cobrança de falta para o time proletário, Bruninho levantou na entrada da área, Nirley conseguiu desviar, mas sem perigo algum para o gol de Thiago Rodrigues.

Aos 34 minutos, Dellatorre, que estava muito bem marcado, e Nirley caíram na área e o atacante do CSA ficou pedindo pênalti, mas a arbitragem nada marcou e mandou o jogo seguir. Aproximando-se dos 35 minutos, o Confiança continuava melhor em campo.

O CSA tentou aos 39 minutos, quando Gabriel acionou Rodrigo Pimpãoe ele arriscou uma bomba de fora da área, de perna direita, a bola subiu e, mesmo assim, assustou o goleiro Rafael Santos. A resposta do time de Aracaju veio aos 40 minutos. Bruninho recebeu a bola na entrada da área e bateu com muito perigo, obrigando Thiago Rodrigues a fazer uma grande defesa.

Aos 42 minutos, de novo Bruninho. Em jogada tramada pela direita, Caíque Sá meteu uma bola açucarada para ele, que chutou e a bola beijou a trave do Azulão alagoano, para alívio do goleiro Thiago Rodrigues. Chegando perto dos 45 minutos, o árbitro determinou dois minutos de acréscimos. Mas aos 46 minutos, veio o gol do CSA. Após levantamento na área, o goleiro Rafael Santos saiu todo atabalhoado, dando um tapinha na bola, e, na sobra, Marco Túlio mandou de cobertura e a zaga não conseguiu alcançar. CSA na frente: 1 a 0.

E, um minuto após o gol, o árbitro assinalou o final da primeira etapa, que foi até os 47 minutos, com a vitória parcial do CSA, por 1 a 0, no Barretão.


				
					No finalzinho da partida, CSA cede empate ao Confiança: 2 a 2

Segundo tempo

Na etapa final, como era de se esperar, o Confiança começou chegando mais, indo mais para cima do que o CSA, em busca do gol da igualdade. Aos 10 minutos, chegou. Na tabelinha no campo de ataque, Lucas Barcelos recebeu a bola e finalizou, obrigando Filemon a intervir na jogada.

Só dava Confiança no jogo, como aconteceu em boa parte do primeiro tempo e estava maduro o gol de empate do time proletário. Aos 22 minutos, Bruninho recebeu a bola de Robinho e mandou uma bomba para o fundo das redes, sem chance para o goleiro Thiago Rodrigues. Tudo igual no Barretão: 1 a 1.

Aos 28 minutos, o Azulão teve uma falta em seu favor. Na cobrança, Fabrício mandou com força, Rafael Santos defendeu e, na sequência, a arbitragem marcou irregularidade do ataque do CSA. Mas se desta vez não deu certo, aos 32 minutos deu tudo certinho para o Azulão, quando Rodolfo Filemon colocou novamente o time à frente no placar. Silas cobrou o escanteio na segunda trave, a bola bateu nas costas de Altemar e sobrou para Filemon chutar com força e guardar, sem chances de defesa para o goleiro do Confiança: 2 a 1.

Chegando aos 35 minutos, os dois treinadores passaram a fazer substituições em suas equipes. O CSA para administrar o resultado, a vitória, e o Confiança para chegar, ao menos, ao gol de empate. Com tantas mudanças, tantas paradas, aos 43 minutos o árbitro avisou que daria sete minutos de acréscimos. O jogo iria até os 52 minutos.

E eis que, aos 50 minutos, ainda deu tempo de o Confiança fazer o seu segundo gol, o gol de empate. Marcelinho levantou a bola na área, Álvaro desviou e Willians Santana tentou duas vezes para fazer o gol e empatar a partida: 2 a 2. Sem tempo para mais nada, o árbitro encerrou o jogo aos 52 minutos.


				
					No finalzinho da partida, CSA cede empate ao Confiança: 2 a 2
Jogadores do CSA comemoram o primeiro gol do Azulão. Augusto Oliveira/Ascom CSA

Confiança - Rafael Santos, Caíque Sá (Marcelinho), Luan Ribeiro, Nirley e Altemar (Everton); Gilberto (Álvaro), Serginho e Rafael Vila (Lucas Barcelos); Cristiano (Willians Santana), Bruninho e Robinho. Técnico: Daniel Paulista.

CSA - Thiago Rodrigues; Norberto, Filemon, Fabrício e Vitor Costa; Geovane, Silas (Lucão) e Gabriel (Cristovam); Pimpão (Marquinhos), Marcos Túlio (Silvinho) e Dellatorre (Iury Castilho). Técnico: Mozart.

Árbitro - Irinaldo Jorge dos Santos Silva (BA).

Auxiliares - Jucimar dos Santos Dias (BA) e Edevan de Oliveira Pereira (BA).

  • No finalzinho da partida, CSA cede empate ao Confiança: 2 a 2
    |
  • No finalzinho da partida, CSA cede empate ao Confiança: 2 a 2
    |
  • No finalzinho da partida, CSA cede empate ao Confiança: 2 a 2
    |
  • No finalzinho da partida, CSA cede empate ao Confiança: 2 a 2
    |
  • No finalzinho da partida, CSA cede empate ao Confiança: 2 a 2
    |
  • No finalzinho da partida, CSA cede empate ao Confiança: 2 a 2
    |
  • No finalzinho da partida, CSA cede empate ao Confiança: 2 a 2
    |
  • No finalzinho da partida, CSA cede empate ao Confiança: 2 a 2
    |
  • No finalzinho da partida, CSA cede empate ao Confiança: 2 a 2
    |

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas