Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

No aniversário de 108 anos, CSA visita o Guarani, em busca da 1ª vitória na Série B no retorno de Mozart

Azulão terá confraternização, às 9h, no CT do Nelsão; time perdeu pontos na última rodada e quer reencontrar o caminho da vitória. Partida começa às 16h com cobertura em Tempo Real do Timaço da Gazeta FM 98,3 e da Gazetaweb

CSA e Guarani duelam às 16h nesta terça-feira (7 de setembro), no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas, pela 23ª rodada da Série B. A data é especial, pois também marca os 108 anos de história do clube azulino. Para celebrar o momento, a diretoria planejou uma programação de confraternização às 9h, no CT do Nelsão.

Na Segundona, a equipe vem de três jogos sem vencer e viu a distância para o G-4 aumentar. Assim, busca a regularidade para brigar na parte de cima da tabela. Por enquanto, ocupa a 11ª posição, com 29 pontos.

Leia também

No que lhe toca, o Bugre vive momento menos instável. Apesar do empate, na última rodada, considerado um vacilo, somou quatro pontos dos últimos seis disputados. Nesse sentido, se manteve em 7º lugar, com 37 pontos, e deseja fazer o dever de casa para encostar de vez na zona de classificação. No histórico de confrontos, o Bugre é superior, pois tem sete triunfos e 22 gols marcados, contra uma vitória e cinco gols do time alagoano.

Cenário

“Sabor bem amargo”. Foi assim que o treinador Mozart sintetizou o empate do Azulão contra o Vila Nova, no último sábado. A equipe finalizou mais de 12 vezes (16 cruzamentos) e só não venceu o jogo porque o goleiro Georgemy estava inspirado. Gabriel, Marco Túlio e Reinaldo perderam boas chances. Dellatorre abriu o placar, mas a equipe tomou o empate, em desatenção da zaga e de Thiago Rodrigues, e quase levou a virada no fim.

Agora, o objetivo vai ser superar o desempenho na condição de visitante. Nada melhor do que reencontrar o caminho da vitória no dia do aniversário. Para agradar seu torcedor, porém, o Azulão vai precisar melhorar o desempenho longe do Rei Pelé, uma vez que tem 40% de rendimento, com quatro empates e seis derrotas em 10 jogos. Ainda, marcou nove gols e levou 11, sendo três nos últimos três duelos.


				
					No aniversário de 108 anos, CSA visita o Guarani, em busca da 1ª vitória na Série B no retorno de Mozart
CSA foi muito superior no início contra o Vila Nova, mas parou no goleiro Georgemy. Ailton Cruz_Gazeta de Alagoas

Depois de bater o Operário em casa, por 3 a 0, o Guarani encarou o Náutico, no Estádio dos Aflitos, na sexta-feira (3), de olho no G-4. O Bugre, porém, empatou por 1 a 1, com gol de Bruno Sávio no segundo tempo, após cruzamento de Júlio Cesar. O atacante, aliás, assumiu a artilharia da equipe paulista, com sete gols, ao lado de Régis.

O técnico Daniel Paulista lamentou os erros de finalização da equipe na partida, que jogou com um homem a mais toda a segunda etapa, mas também valorizou o ponto conquistado fora de casa, o 16º de 33 possíveis. A equipe teve 65% de posse de bola e 14 finalizações, mas apenas quatro foram no alvo.

CSA

O grupo viajou a Campinas no domingo e nesta terça pela manhã vai treinar do CT da Ponte Preta. Mozart conta com o retorno do lateral direito Éverton Silva, após cumprir suspensão. Assim, o volante Iury volta ao meio de campo, ajudando na marcação e na armação.

Para mais, Marco Túlio é opção para começar como titular, preferência escolhida por Mozart contra o Vila Nova, e um dos atacantes titulares na primeira passagem do comandante pelo Azulão.


				
					No aniversário de 108 anos, CSA visita o Guarani, em busca da 1ª vitória na Série B no retorno de Mozart
Marco Túlio confia no acesso do Azulão para a Série A. Augusto Olivera/ASCOM CSA

Gabriel, um dos principais jogadores do time na temporada, estará em campo. Geralmente quando o jogador cansa, o Azulão cai de rendimento. Isso ficou evidente no jogo do fim de semana. No mais, o atacante Iury Castilho projetou o confronto com o Bugre: “O Guarani é um grande adversário e, sem dúvida, dentro de casa é sempre muito forte. Vamos procurar fazer um grande jogo”.

Por outro lado, Renato Cajá, Wellington Silva e Dudu Beberibe seguem lesionados. Ademais, o meia Yann Rolim pode substituir Silas no decorrer da partida. Logo, o CSA deve vir a campo com: Thiago Rodrigues; Éverton Silva, Matheus Felipe, Lucão e Ernandes; Geovane, Yuri e Gabriel; Marco Túlio, Dellatorre e Iury Castilho (Marco Túlio).

Guarani

Após o empate contra o Náutico, Daniel Paulista falou da importância de vencer o CSA: “Agora a gente tem que reunir forças para enfrentar o CSA, um jogo extremamente difícil, mas que temos que tentar buscar a vitória que vai ser extremamente importante para que a gente possa crescer novamente na competição”.

O comandante do Bugre deve relacionar para a partida o lateral direito Samuel Santos, contratado por empréstimo junto ao Juventude na semana passada. O jogador vai disputar vaga com Mateus Ludke, já que o substituto imediato Diogo Silva foi liberado pelos médicos, mas ainda está em processo de transição física e não jogará. Mesmo caso do atacante Júnior Todinho.


				
					No aniversário de 108 anos, CSA visita o Guarani, em busca da 1ª vitória na Série B no retorno de Mozart
Guarani - Treinador Daniel Paulista contra em ação contra o Náutico no sábado (4). Thomas Marostegan/Guarani FC

Em compensação, Ronaldo Alves volta de suspensão e pode retomar a vaga do reserva Carlão. Por outro lado, o atacante Rafael Santos passou por cirurgia no joelho direito e só retorna aos gramados em 2022. O Guarani tem três atletas pendurados: o zagueiro Carlão, o lateral esquerdo Eliel e o centroavante Lucão do Break.

Nesse sentido, um provável Guarani tem: Rafael Martins, Mateus Ludke (Samuel Santos), Thales, Ronaldo Alves (Carlão) e Bidu; Bruno Silva, Rodrigo Andrade e Régis (Andrigo); Bruno Sávio, Júlio César e Lucão do Break.

ARBITRAGEM

Dyorgines José Padovani de Andrade (CBF-ES) comanda as ações da arbitragem. Ele será auxiliado por Fabiano da Silva Ramires (CBF-ES) e Vanderson Antonio Zanotti (CBF-ES); e o quarto árbitro será Pietro Dimitrof Stefanelli (CBF-SP). No VAR, Caio Max Augusto Oliveira (CBF-RN) comanda.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X