Na briga pelo 3º lugar no Alagoano, CSA vence o Murici e leva vantagem na volta: 2x0

Azulão joga pelo empate na terça-feira (12) e pode também perder por até um gol de diferença; gols foram de Didira e Marcel

Murici e CSA abriram a disputa do 3º lugar do Campeonato Alagoano em jogo neste sábado (9) à tarde, no Estádio José Gomes da Costa, na cidade de Murici, e quem levou a melhor foi o time azulino, que venceu por 2 a 0. Didira e Marcel marcaram os tentos do Azulão, no primeiro tempo. Clique aqui para ver o Tempo Real

Com este resultado, o CSA joga pelo empate e pode até perder por um gol de diferença. Se for por dois de diferença, a decisão do terceiro lugar vai para as cobranças de pênaltis, no duelo da volta, que está marcado para a próxima terça-feira (12), às 16h15. Por ter a melhor campanha, o Azulão tem o direito de decidir em casa. Assim, este jogo da volta será no Rei Pelé, em Maceió.

Conforme manda o regulamento da competição, o 3º colocado no geral vai brigar por uma vaga na Copa do Brasil de 2023 contra o Cruzeiro-AL, campeão da Copa Alagoas deste ano, também em duelos de ida e volta.

Olha o gramado do José Gomes encharcado para Murici x CSA - Foto: Erivan Batista/Ascom Murici

1º Tempo

O jogo começou sem nenhum dos dois times assustarem. O primeiro que assim o fez foi o Murici, aos 5 minutos. Geovane cobrou escanteio mandando na área, Douglas desviou e quase fez gol contra, mas a bola foi em outro escanteio para o Murici, que resultou em nada, mais uma vez.

Mas o gol não demorou a sair. E foi do CSA. Didira recebeu de Luiz Henrique e bateu de primeira, do lado esquerdo superior, sem chance de defesa para o goleiro Ferreira, aos 10 minutos: 1 a 0.

O duelo chegava aos 15 minutos e o CSA trocava passes no campo de ataque. Exatamente aos 15’, teve um escanteio em seu favor. Diego Renan mandou na área do Murici, Douglas meteu a cabeça, mas o goleiro pegou. Aos 18’ de novo o Azulão: Bruno Mota recebeu a bola na entrada da área e chutou, assustando Ferreira, mas viu o goleiro defender mais uma vez. O campo era muito encharcado no José Gomes da Costa, até dificultando as ações das duas equipes.

Aos 20 minutos, o CSA chegou de novo assustando, quando Dalberto arriscou o chute de fora da área e o goleiro Ferreira defendeu. Aos 26’, em Falta perigosa na cabeça da área, Dalberto mandou uma bomba, mas a pelota foi na zaga. Passando dos 30 minutos, o Alviverde tocava a bola no campo de ataque. Aos 32’, a bola do Verdão alçada na área acabou passando longe do gol azulino.

O detalhe da partida é que o Azulão levou o time misto para o confronto, poupando os seus titulares. Aos 42min, o CSA tentou, quando Giva Santos invadiu a área do Murici e chutou rasteiro, Gabriel bloqueou e mandou para escanteio.

O árbitro decretou 4 minutos de acréscimos e aos 46 minutos veio o segundo gol do CSA. Marcel, pelo meio, recebeu a bola de chuveirinho do escanteio e, na sobra, o lateral ajeitou de esquerda e meteu no fundo do barbante: 2 a 0. Depois do gol, sem mais tempo para nada, a etapa inicial foi encerrada, aos 49 minutos.

Olha a festa do time do Azulão, com o gol! - Foto: Erivan Batista/Ascom Murici

2º Tempo

Na volta para a segunda etapa, o CSA teve logo duas substituições. E a primeira tentativa azulina se deu aos 4 minutos. William recebeu a bola dentro da área do Murici e cruzou, mas ela foi direto nas mão de Ferreira. Passando dos 5 minutos, o Murici pressionava o Azulão, mas não tinha sucesso no último passe. Mais duas substituições na equipe foram feitas pelo técnico Mozart no Azulão, por volta dos 10 minutos.

Aos 17 minutos, o Murici deixou passar uma boa chance de diminuir o placar, quando Gabriel mandou na área do CSA, Neguinho Paraíba se esticou e assustou o goleiro Marcelo Carné.

A partida passava dos 20 minutos e o CSA administrava o placar com tranquilidade e quase não sofreu sustos durante esse tempo da segunda etapa. O técnico Mozart fez sua última substituição no time, com a saída de Didira, autor do primeiro gol azulino, para a entrada de Felipe Augusto. O Verdão também, a essa altura, fez suas substituições.

Aos 30 minutos, o Murici assustou. Billa pegou a pelota de fora da área e o goleiro Marcelo Carné, de mão trocada, fez um milagre ao defender o chute potente do jogador do Verdão. O CSA respondeu aos 39 minutos, com Rodrigo Rodrigues que quase chegou a tempo de empurrar a bola para o fundo do gol. Após cruzamento de Dalberto, ele errou na hora da finalização dentro da pequena área.

Passando dos 40 minutos, a essa altura, o CSA estava tranquilo e só administrava o resultado. O árbitro não deu nenhum minuto de acréscimo e o jogo foi encerrado, pontualmente, aos 45 minutos, com a vitória azulina: 2 a 0.

Mais um momento de Murici x CSA, na decisão pelo 3º lugar no Alagoano - Foto: Erivan Batista/Ascom Murici

Ficha Técnica:

Murici – Ferreira; Gueba, Alex, Adalberto e Gabriel; Geovane (Billa), João Vitor e Rambo; Alissinho (Bezerra), Erick (Neguinho Paraiba) e Bregueeth (Lucas). Técnico: Sinval Victor.

CSA – Marcelo Carné; Cedric (Igor), Douglas, Marcel e Diego Renan (Ernandes); Giva Santos (Gabriel Tonini), Luiz Henrique (Rodrigo Rodrigues), Didira (Felipe Augusto) e William; Bruno Mota e Dalberto. Técnico: Mozart Santos.

Árbitro – José Ricardo Vasconcellos Laranjeira (FAF-AL)

Assistentes – Maxwell Rocha Silva (FAF-AL) e Lennon Mccartney Farias Paes (FAF-AL).

Quarto árbitro – Jonata de Souza Gouveia (FAF-AL).