Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

Mozart deixa o CSA com 44% de aproveitamento e apenas duas derrotas na temporada

Na reta final de sua passagem, o treinador sofreu com constantes empates e eliminações de competições importantes

O ciclo de Mozart Santos chegou ao fim no CSA. Na noite de domingo (18) foi confirmado que o treinador deixou o comando técnico azulino para treinar a Chapecoense, que disputará a Série A em 2021. O paranaense chegou ao CSA em setembro, de lá pra cá foram 45 partidas, com 20 vitórias, 17 empates e apenas oito derrotas, um aproveitamento de 44% no comando do Azulão. Na atual temporada o time azulino só foi batido em duas oportunidades: para Ceará e Fortaleza, ambos na Copa do Nordeste

Mozart participou da arrancada azulina rumo à 5ª colocação da Série B em 2020. Além disso, classificou a equipe para as quartas de final da Copa do Nordeste em 2021, quebrou o tabu de dois anos sem avançar na primeira fase da Copa do Brasil e deixou o clube na vice-liderança do Campeonato Alagoano.

Leia também

O trabalho no Azulão do Mutange foi o primeiro como profissional do treinador. Antes de chegar a Maceió, Mozart era assistente técnico fixo do Coritiba. Agora na Chapecoense poderá ter sua primeira experiência disputando a Série A do Brasileirão.


				
					Mozart deixa o CSA com 44% de aproveitamento e apenas duas derrotas na temporada
Mozart conseguiu emplacar 14 jogos invicto no comando do CSA. Ailton Cruz

Um dos principais atributos vistos no seu trabalho no CSA foram as poucas vezes em que o time azulino sofreu gols. Com uma marca invejável de 36 gols sofridos em 45 partidas, ele deixa o Azulão com uma média de 0,8 gols sofridos por jogo, espelhando outro importante crescimento azulino, que foi no ataque. Nesse mesmo período, o CSA marcou 73 gols, uma média de 1,6 gols por jogo.

Apesar dos bons frutos colhidos com o trabalho de Mozart, o Azulão vivia seu momento de mais tensão em sua passagem. Com as eliminações na Copa do Nordeste e Copa do Brasil, o técnico vinha de uma vitória nos últimos sete jogos, a pior marca de seu período como professor azulino, o que gerou críticas de alguns torcedores. Porém, antes disso, Mozart conseguiu uma incrível marca de 14 jogos sem derrotas.

Ainda sem um novo treinador, o CSA se prepara para a reta final do Campeonato Alagoano, onde está próximo de uma vaga garantida nas semifinais. Nesta terça (20), o time volta a campo sob o comando do interino Adriano Rodrigues, contra o Desportivo Aliança, no Estádio da UFAL.

Mozart foi anunciado pela Chapecoense:

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas