Marcelo de Jesus confirma conversa com ASA, mas diz que precisa acertar saída do CSA

Em pequena reformulação na temporada, nome de Marcelo de Jesus ganhou força nos bastidores arapiraquenses

O ASA passa, sem dúvidas, pelo seu pior momento na temporada. Após ser eliminado da Copa do Brasil e perder dois clássicos seguidos para o CSE, algumas mudanças estão sendo feitas pelo clube. Além do comando técnico, o cargo de gerente de futebol também é debatido. Com isso, o nome de Marcelo de Jesus surgiu como possível ocupante do cargo.

A informação foi trazida pela Coluna do ASA e confirmada pela Gazetaweb, em conversa com o profissional, que ainda tem vínculo com o CSA. Desde 2017, Marcelo é gerente do Azulão. Pelo clube, ele esteve diretamente ligado com os elencos montados e as equipes que conseguiram os acessos de 2017 e 2018.

Marcelo confirmou que as conversas com o ASA já aconteceram, entretanto, disse que ainda não acertou a sua saída do CSA. O profissional foi singelo em afirmar que é necessário encerrar um processo, para iniciar outro.

"Sim [houveram conversas], mas, como te falei, precisamos terminar um processo primeiro para iniciar o outro. Tem uma conversa, mas preciso terminar o acerto com o CSA", disse Marcelo.

Sobre a chance de assumir a gerência do Gigante, o gerente foi curto e afirmou: "Sim, mas ainda não acertei a saída do CSA. Estou aguardando", contou.

Experiente no mercado alagoano, Marcelo já passou pelo ASA - Foto: Leonardo Freire/GloboEsporte.com

A Gazetaweb entrou em contato com o presidente do Alvinegro, Higor Rafaell, porém ele não respondeu até o fechamento desta matéria. Nos últimos dias, o Fantasma tem se reformulado, minimamente. Contratou Arnaldo Lira como novo treinador e dispensou dois jogadores: Maycon Alagoano e Sávio.

Por outro lado, o atual presidente do CSA, Omar Coelho, confirmou a saída de Marcelo, o que abre as portas para um acerto ou, pelo menos, uma negociação entre o gerente e o time arapiraquense.

"Sim [está de saída], Marcelo de Jesus concluiu seu ciclo no CSA. É um profissional capacitado é que prestou um grande serviço ao Azulão", elogiou Omar.

Vale relembrar que Marcelo já passou pelo ASA, em uma passagem de praticamente seis anos. Em 2017, ele acabou deixando Arapiraca rumo ao CSA, onde manteve-se no cargo até 2022.