Jota anuncia que não seguirá no comando técnico do ASA na próxima temporada

Ídolo da torcida alvinegra, treinador foi responsável pelas boas campanhas no Alagoano e Série D do Brasileiro

Chegou ao fim a longa e importante passagem do técnico Jota pelo ASA. Na manhã desta terça-feira (13), o jovem treinador utilizou uma rede social para comunicar sua demissão do clube arapiraquense. Na mesma postagem, o profissional de 39 anos agradeceu aos torcedores e revelou que a decisão da diretoria pelo desligamento aconteceu no último dia 30 de agosto.

"Passando pra comunicar que no último dia 30.08, em reunião com alguns membros da diretoria do Gigante, recebi a triste notícia que não irão contar comigo para temporada 2023. Venho aqui agradecer de coração ao presidente Higor Rafael. Minha história no clube, tenho certeza que nunca será apagada, até porque como atleta, são 5 títulos alagoanos", diz a postagem no Instagram.

Jota foi o treinador do Gigante nos momentos mais importantes da temporada. Levou o time para a final do Campeonato Alagoano, após a saída do técnico Renato Potiguar. Na Série D, após a saída de Maurício Copertino, conquistou a liderança isolada do Grupo 4 e ficou muito perto do acesso. Porém, o ASA acabou eliminado no mata-mata do acesso.

"Deixo também meus agradecimentos ao grupo de atletas do Campeonato Alagoano e Série D. Grato pelo respeito e consideração que todos tiveram comigo e minha comissão, amo todos vocês. Me despeço agradecendo o carinho dessa torcida maravilhosa e que estarei sempre na torcida por esse clube gigante! Gratidão sempre ao ASA Gigante", afirmou.

Agora, Jota irá buscar o certificado de treinador no curso da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Na Série D, por exemplo, só conseguiu comandar o Alvinegro por uma liberação especial. Ele deixa o ASA com 23 jogos, 12 vitórias, seis empates e apenas cinco derrotas. No total, obteve 60,8% de aproveitamento.