Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

Fabrício mira jogo com o Vasco e avisa que CSA não jogou a toalha: 'Temos que acreditar'

Azulão é 8º colocado na Série B, com 45 pontos; diante do Cruzmaltino, vai tentar encurtar a distância para o G-4, atualmente de oito pontos

O CSA não joga a toalha. A ordem é acreditar e buscar até o fim a classificação para a Série A do Brasileiro. Após a derrota para o Operário, no Trapichão, o Azulão encara o Vasco nesta sexta-feira (29), às 21h30, no Rio de Janeiro, pela 32ª rodada.

Uma das opções de Mozart Santos no sistema defensivo, o zagueiro Fabrício reconheceu o desafio que é encarar o Gigante da Colina em São Januário, mas conta que o grupo deve fazer sua parte, apostando no "ritmo forte" para surpreender o adversário.

Leia também

"Nós estamos a dois pontos do Vasco. Uma vitória sobre eles será fundamental na briga pelo acesso. Enfrentar eles lá é sempre uma missão difícil, mas não podemos ficar pensando nisso. É fazer nosso jogo com um ritmo forte para vencermos".

O CSA um sofreu um apagão defensivo nos últimos dois jogos e viu a distância para a zona de classificação aumentar, agora é de oito pontos. Contra o Goiás, na Serrinha, perdeu por 3 a 1, em jogo irreconhecível, com muitas falhas. Diante do Operário, foi batido por 4 a 2, em duelo de duas viradas.

A queda de produção diminui as chances de acesso de 14 para 5%, segundo o site Infobola. Mozart Santos assumiu a responsabilidade pelo momento de desequilíbrio e disse que o grupo tem buscado forças nos treinamentos para reagir logo.


				
					Fabrício mira jogo com o Vasco e avisa que CSA não jogou a toalha: 'Temos que acreditar'
Jogadores do Operário comemoram gol em Maceió. CSA vacilou defensivamente e perdeu por 4 a 2. Ailton Cruz

Apesar do momento instável, Fabrício acredita que o clube pode novamente voltar a alegrar o torcedor, como o fez quando engatou cinco vitórias e um empate em seis confrontos.

"Serão sete jogos, sete finais. Agora é momento de fazer uma boa sequência novamente para entrar no G4 até a última rodada para garantir o clube na Série A. É possível e temos que acreditar até o fim nisso. Vamos continuar nos dedicando muito para terminarmos o ano com esse objetivo alcançado", reforçou.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas