Em situação difícil na Série D, Betinho ainda acredita em classificação do CSE

Com derrota para o Sergipe, Tricolorido despencou para a penúltima posição do Grupo 4 da Série D

O técnico Betinho não deixa de acreditar e estabelece ao seu grupo do CSE que é possível seguir neste Campeonato Brasileiro da Série D. O comandante quer os nove pontos nas três últimas rodadas da competição para brigar pela classificação à próxima fase. Nesse sábado (25), a equipe palmeirense perdeu, fora de casa, para o até então lanterna Sergipe e se complicou na briga.

Até o fechamento dessa matéria, o CSE encontra-se na penúltima posição, com 11 pontos, sendo dois a menos que o 4º colocado, faltando apenas três rodadas para o fim da primeira fase.

Mesmo sendo a primeira participação da equipe tricolorida em uma competição nacional, o treinador tem certeza de que pode ir mais longe e esse comprometimento já vale para a partida do final de semana, contra o vice-líder Lagarto, no Juca Sampaio.

“Eu acredito e vamos buscar essas três vitórias para ver se são suficientes. Vou trabalhar para isso e essa foi a conversa que tive com o grupo ainda no vestiário, ao final do jogo contra o Sergipe. Não adianta pensar no terceiro jogo. Primeiro é o Lagarto”, disse.

A maior dificuldade no trabalho tem sido o pouco tempo de treinos e ajustes da equipe de uma partida para a outra, por conta das chuvas. Sem campo para trabalhar, Betinho tem feito os treinamentos em quadra, o que não permite corrigir alguns comportamentos. O cálculo para a classificação é complicado e 100% de aproveitamento nos últimos jogos podem servir para classificar o CSE.

“Tem faltado o treinamento em campo, aprimorar os trabalhos de finalização, cruzamento, cabeceio, chute. Não conseguimos corrigir os erros sem repetir o trabalho, este é o ponto principal e faz muita diferença. Porque o desempenho nos jogos é bom, mas o atleta perde a confiança”, falou.