Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

Em duelo no Engenhão, CSA perde para o Botafogo e cai uma posição na tabela da Série B

Com esta derrota, Azulão agora é o 12º colocado, com os mesmos 18 pontos; já o Fogão ultrapassou o time azulino e fica na 11ª posição, com 19

A noite dessa terça-feira (27) foi tenebrosa para o CSA no Rio de Janeiro. Jogando muito mal e com falhas na defesa, o Azulão perdeu para o Botafogo, por 2 a 0, em duelo pelo Brasileiro da Série B, no Engenhão. A partida foi pela 6ª rodada, que foi remarcada. Os gols do Botafogo foram de Marco Antônio, no finalzinho do primeiro tempo, e de Diego Gonçalves, no início da etapa final.

Com este resultado, o Azulão desceu uma posição na tabela e agora está em 12º lugar, com 18 pontos; enquanto o Fogão ultrapassou o time azulino e, agora, é o 11º colocado, com 19. Essa foi a quarta derrota do Azulão fora de casa. Clique aqui para ver o Tempo Real

Leia também

O próximo embate azulino será no domingo (1º), contra o Remo, no Baenão, em Belém-PA, às 18h15. Já o Bota, um dia antes, no sábado (31), faz o clássico carioca com o Vasco, no Engenhão, às 21h.

Etapa inicial


				
					Em duelo no Engenhão, CSA perde para o Botafogo e cai uma posição na tabela da Série B
Celso Pupo - Estadão Conteúdo

No início do jogo o Botafogo tentava pressionar a saída de bola do CSA, que por sua vez tentava fazer suas jogadas pelas pontas. Mas a partida começou truncada, com passes errados dos dois lados. O time azulino passou a rondar a área do Fogão. Aos 8 minutos, arriscou na bola aérea, com Gabriel, pela esquerda, cruzando na área, mas a defesa do Alvinegro afastou o perigo.

Aos 17 minutos, o Azulão por pouco não abriu o placar. Renato Cajá cobrou a falta pelo lado direito, a bola atravessou a área, mas ninguém conseguiu completar e a chance foi perdida. O Bota respondeu aos 20 minutos. Guilherme Santos apareceu livre na esquerda e mandou na área, mas Fabrício estava nela e cortou providencialmente. Aos 21 minutos foi a vez do CSA. Após bela jogada trabalhada, Gabriel tabelou, recebeu na área e bateu cruzado, mas Diego Loureiro defendeu.

O duelo chegava aos 30 minutos e era equilibrado, mas o Azulão não ia mais ao ataque como no início. Quanto ao Botafogo, começou a gostar do jogo e, aos 30’, após falha do CSA na hora de sair, Chay apareceu no meio para tentar arriscar o chute, mas pegou embaixo e a bola subiu demais, para sorte do Azulão. Aos 42 veio o gol do Botafogo. Após falha grotesca de Lucão e Fabrício, que bateram cabeça, Rafael Navarro serviu a Marco Antônio que, na saída do goleiro Thiago Rodrigues, só fez mandar para o fundo da rede: 1 a 0.

O primeiro tempo foi até os 48 minutos, com os acréscimos decretados pelo árbitro, que deu o apito final, encerrando essa etapa, com o Bota à frente no marcador: 1 a 0.

Etapa final


				
					Em duelo no Engenhão, CSA perde para o Botafogo e cai uma posição na tabela da Série B
Celso Pupo - Estadão Conteúdo

No segundo tempo, não demorou para o Botafogo fazer o segundo gol e, novamente após falha na defesa azulina. Aos 8 minutos, o Fogão deu sorte na sobra de bola, Rafael Navarro ficou com ela mais uma vez e tocou para Diego Gonçalves, sozinho, chutar cruzado no canto de Thiago Rodrigues: 2 a 0.

Chegando aos 20 minutos, o jogo passou a ficar com muitas faltas. E o Fogão apenas cozinhava a partida, mantendo o resultado sem maiores sustos.Aos 22 minutos, quase fez o terceiro. Em chegada ao ataque com perigo, livre, Diego Gonçalves recebeu de Marco Antônio e chutou, mas a bola bateu caprichosamente na trave.

Só dava o Alvinegro em campo. Aos 25 minutos, Marco Antônio recebeu completamente livre no lado direito da área, cortou Fabrício e bateu colocado, mas a bola foi pelo alto, assustando. Aos 27 minutos, de novo o Bota. Chay fez o que quis, invadiu a grande área e chutou, mas Thiago Rodrigues salvou o Azulão. E, com a desvantagem no placar, e muito mal em campo, o técnico Ney Franco, do CSA, sem saber muito o que fazer, passou a mudar vários jogadores na sua equipe.

Aos 31 minutos, uma chance azulina. Reinaldo, em sua primeira participação no jogo, arriscou um chute e quase diminuiu para o CSA, mas a bola saiu pela linha de fundo. O duelo chegava aos 35 minutos e o CSA tentou de novo. Gabriel chutou na direção do gol, de perna direita e de fora da área, mas foi em cima de Diego Loureiro.

Aos 40 minutos, uma boa chegada do CSA: Reinaldo tocou para o meio da área, mas Diego Loureiro fez ótima defesa. Com o resultado já garantido, o Botafogo passou a administrar, o técnico Enderson Moreira fez mais substituições na sua equipe, para segurar a vitória.

O árbitro deu mais cinco minutos de acréscimos e, aos 50 minutos, ele encerrou a partida, com a vitória do Botafogo sacramentada: 2 a 0.


				
					Em duelo no Engenhão, CSA perde para o Botafogo e cai uma posição na tabela da Série B
André Fabiano/Estadão Conteúdo

Botafogo - Diego Loureiro; Daniel Borges, Lucas Mezenga, Gilvan e Guilherme Santos; Pedro Castro (Matheus Frizzo), Barreto e Chay (Oyama); Marco Antônio (Enio), Diego Gonçalves (Romildo) e Rafael Navarro (Rafael Moura). Técnico: Enderson Moreira.

CSA - Thiago Rodrigues; Fabrício, Lucão, Matheus Felipe (Dudu Beberibe) e Ernandes; Geovane, Silas (Giva Santos), Gabriel e Renato Cajá (Reinaldo); Bruno Mota (Yago) e Dellatorre (Ewerthon). Técnico: Ney Franco.

Árbitro - Douglas Schwengber da Silva (RS).

Assistentes - André da Silva Bitencourt (RS) e Fabrício Lima Baseggio (RS).

Quarto árbitro - João Ennio Sobral (RJ)

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X