Em Arapiraca, ASA e CSE fazem primeiro Clássico do Interior da história em um torneio nacional

Alvinegros e Tricoloridos se enfrentam pela Série D do Campeonato Brasileiro e já sonhando com a classificação

Um dia histórico para o futebol do interior alagoano. Na tarde deste domingo (15), às 16 horas, ASA e CSE fazem mais um Clássico do Interior. Contudo, desta vez é um que entra para a história, já que pela primeira vez os rivais fazem um duelo em nível nacional. O embate acontece pela 5ª rodada do Grupo 4 da Série D do Brasileiro, no Estádio Coaracy da Mata, em Arapiraca.

Cenário

Os rivais chegam em fases distintas. O ASA vem de uma derrota duríssima para o Lagarto, por 4 a 0. Contudo, ainda lidera o Grupo 4, com certa folga. Após três vitórias e uma derrota, o Fantasma está na ponta, com nove pontos conquistados, e busca o resultado para abrir ainda mais distância.

Por outro lado, o CSE encontra-se em uma situação inusitada. Nos quatro primeiros jogos, só conseguiu empatar, não ganhou e nem venceu. A condição não era tão preocupante até o fim da última rodada, que colocou o time palmeirense na 6ª posição do grupo, com apenas quatro pontos. Com isso, precisa de uma combinação de resultados, se quiser entrar de vez no G4.

Alvinegro vem de dura derrota para o Lagarto, fora de casa, por 4 a 0 - Foto: InStat TV/Reprodução

Terceira vez no ano

A temporada de 2022 já foi bem movimentada com outros dois clássicos. Ambos aconteceram no início de março, o primeiro deles, pela Copa Alagoas, acabou com a vitória tricolorida, por 1 a 0, em Arapiraca. Três dias depois, em Palmeira dos Índios, agora pelo Alagoano, novamente o CSE venceu e com uma goleada impiedosa: 4 a 1.

ASA

O Gigante chega com o sinal de alerta no topo. Após vencer três seguidas, a torcida arapiraquense ficou chocada com a goleada contra o Lagarto. Porém, se existe um lado positivo, o clube abriu os olhos para que isso não aconteça novamente. Inclusive, a semana foi recheada de anúncios.

O primeiro deles foi a contratação de Diego Rosa, ex-CRB. Diego chega para uma posição bem reclamada, a de centroavante, que tem sofrido desde a lesão de Júnior Viçosa. Além disso, o volante Zé Wilson foi regularizado pelo BID da CBF e pode entrar em campo.

Diego Rosa (de pé, no lado esquerdo) deve ser titular logo mais - Foto: Reprodução/Instagram

Outra novidade importante é o possível retorno do volante Jorginho. Sem atuar desde as finais do Campeonato Alagoano, o experiente atleta vai voltando aos poucos e é provável que seja relacionado para o confronto de logo mais.

Ainda com dor de cabeça por conta do último resultado, o técnico Maurício Copertino deve promover algumas mudanças no time titular. Roger Gaúcho deve voltar para a armação no meio, enquanto Marcinho retorna para o banco de reservas. Com isso, o ASA deve jogar com: Raílson; Michel Tiago, Cristian Lucca, Benne (Brumati) e Assis (Alysson); Magal, Zé Wilson e Roger Gaúcho; Xande, Gutti e Diego Rosa.

CSE

Após uma troca repentina no comando técnico, aos poucos o CSE vem se adaptando e conhecendo a Série D. Na rodada passada, um novo vacilo e mais um empate com sabor de derrota.

Contudo, a condição colocou o clube com o melhor ataque do Grupo 4 e o terceiro de toda a Série D, com nove gols marcados. Porém, na defesa, os problemas seguem firmes. Inclusive, o elenco conversou com o presidente José Barbosa, o que pode dar um sabor diferencial para este clássico.

Edinho, ao centro, tem sido um dos maiores destaques de toda a Série D - Foto: Ítalo Ramon/CSE

Satisfeito com os reforços, o Tricolorido não tem nenhuma grande novidade. Porém, o técnico Betinho pode optar por alterar algumas peças. Vargas, que entrou bem contra o Sergipe, pode aparecer. Já o zagueiro Hugo e o lateral Izaldo podem perder os lugares na equipe titular.

Guiados pelo faro de gols do meia Edinho e do atacante Matheus Régis, Betinho deve apostar em: Jerfersson; Renato, Salazar, Hugo (Janelson) e Izaldo; Amaral, Marco Antônio (Vinícius Vargas), Edinho e Júnior Timbó; Matheus Régis e Rômulo.

Arbitragem

Apesar de ser o primeiro jogo entre alagoanos nesta Série D, a arbitragem principal virá de fora. José Henrique de Azevedo Junior (CBF/MA) apita o confronto, com auxílio de dois bandeirinhas oriundos da Federação Alagoana de Futebol. Estes são Wagner José da Silva (CBF/AL) e Wellington Thiago de Almeida Fontes Nascimento (CBF/AL). O quarto árbitro será Márcio dos Santos Oliveira (CBF/AL).