CSE cai de rendimento no 2º tempo e perde para São Paulo na estreia da Copinha

Pedrinho e Vitinho marcaram para o Tricolor Paulista, que agora é o více-líder do Grupo 21. Tricolorido sentiu desgaste físico ao longo do jogo

Na noite desta quarta-feira (5), o CSE-AL estreou na Copa São Paulo de Juniores 2022. Diante do favorito São Paulo, tetracampeão do torneio, o time da cidade de Palmeira dos Índios surpreendeu na etapa complementar, mas caiu de rendimento no segundo tempo e perdeu por 2 a 0.

Os gols do triunfo ocorreram na etapa final: Pedrinho, aos quatro minutos, e Vitinho aos 34, de pênalti, decretaram a vitória do clube paulista. A partida aconteceu no Estádio Municipal Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, pelo Grupo 21 da competição. Com o resultado, o Tricolor Paulista assumiu a segunda colocação da disputa. O São Caetano, que venceu mais cedo a equipe do Perilima, por 3 a 1, é o líder com três pontos por causa do saldo de gols.

Ambas as equipes voltarão a campo no próximo sábado, pela segunda rodada. Assim, o CSE encara o São Caetano às 19h30 e O Mais Querido enfrentará Perilima às 21h30 (horário de Brasília). Ambos os jogos acontecerão novamente no Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, sede desta chave.

O JOGO

No primeiro tempo, as duas equipes tentaram buscar o resultado, mas não saíram do 0 a 0. Tecnicamente e na movimentação, a equipe do São Paulo ficou devendo. Em suma, abusou dos lançamentos mais profundos, encontrou dificuldades para encontrar espaços e, consequentemente, errou muitas passes, especialmente até os 25 minutos de jogo. Isso porque a postura do CSE no começo foi surpreendente.

A equipe alagoana veio para vencer, pressionou e quase conseguiu abrir o marcador a partir da casa dos 30 minutos. Em duas cobranças de falta fechada de Kiko, o goleiro tricolor Young tirou de soco. Na sequência, Renê aproveitou novo levantamento na pequena área, cabeceou firme e quase marcou. O arqueiro anfitrião salvou novamente. A primeira grande chance do confronto foi do time alagoano.

Na etapa complementar, pênalti a favor do São Paulo logo aos cinco minutos. Patryck foi derrubado dentro da área e a juíza marcou a infração. Pedrinho bateu no meio do gol, fraco, a bola resvalou no joelho esquerdo do goleiro e entrou no canto da rede: 1 a 0. Com a vantagem, a equipe paulista se soltou na partida e construiu a vitória com mais tranquilidade.

CSE-AL caiu de rendimento no segundo tempo e viu o São Paulo fazer 2 a 0 - Foto: Reprodução/Henrique Romeiro

Após o gol, a postura do time alagoano não foi mais a mesma, com intensidade. O jogo pelos lados não funcionou e boa parte do tempo, o Clube da Fé ficou trocando passes e administrando vantagem. Aos 20 minutos, quase o 2 a 0 no marcador. Pedrinho fez linha jogada individual, soltou para Vitinho, que emendou de canhota.

A pelota desviou e bateu na trave. Na sequencia do escanteio, a zaga do CSE leva a melhor. Aos 34', Vitinho fez uma pintura! De perna canhota, o atacante cobrou a falta na gaveta, onde a coruja dorme. O goleiro Bruno chegou a tocar na bola, mas Eka entrou para o fundo das redes: 2 a 0.

Com poucos instantes no gramado, Negrudi foi derrubado dentro da área na casa dos 40 minutos. João Adriano, vice-artilheiro da equipe em 2021, com 11 gols, bateu forte, mas o goleirão Bruno se esticou toda para ficar com a redonda, salvando o CSE de tomar o terceiro tento.

Antes do apito final, Nathan teve grande chance na frente de fazer o terceiro, mas desperdiçou. O lateral recebeu na área, bateu cruzado, mas Bruno novamente fez grande defesa. Fim de papo e vitória do São Paulo por 2 a 0.

OS TIMES

  • SÃO PAULO: Young, Pagé, Luizão (Belém), Beraldo e Patryck; Pablo, Léo (Palmberg) e Pedrinho (Negrucci ); Caio (João Adriano), Vitinho e Facundo. Téc.: Aléx de Souza.
  • CSE-AL: Bruno, Pedrinho, Vinicíus; Gabriel, Adriel (Manoel), Mel e Kiko; Neto (Rhuan), Renê Américo, Buga e Guilherme. Téc.: Sóstenes Félix.