Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

CSA tem a pior defesa da Série C após quatro rodadas

Defesa azulina já foi vazada 11 vezes nesta competição


				
					CSA tem a pior defesa da Série C após quatro rodadas
Defesa azulina vem sendo calcanhar de aquiles nesta Série C. Ailton Cruz

Que o início do CSA na Série C 2024 tem sido ruim todos sabem, mas os números acabavam agravando a situação dentro do torneio. Após apenas quatro rodadas, o clube azulino assumiu o posto de pior defesa da competição, com 11 gols sofridos - uma média de quase três a cada partida.

O Azulão sofreu três gols contra o Ypiranga, um contra a Ferroviária, dois contra o Londrina e cinco contra o Athletic. Para se ter uma ideia, o CSA foi o único dos 20 clubes que tomou mais de dez gols somente nesta Série C, além de ter o pior saldo, com sete gols negativo.

Leia também

As duas segundas piores defesas são do Floresta e Ferroviário, que tomaram nove gols, cada. Os 11 gols ocorridos nessas quatro partidas correspondem a 35% dos tentos sofridos pelo Azulão só nesta temporada. Os outros 20 aconteceram em 20 jogos. Ou seja, o clube saltou de uma média de um gol sofrido para 2,75.

E o que pode explicar a situação é exatamente a falta de constância nas escalações. O time marujo titular mudou em todos os confrontos desta Série C e, especialmente, na parte defensiva.

Na rodada de estreia e na subsequente, o CSA entrou em campo com Almir Luan e Bruno Cardoso. Já no embate da 3ª rodada, contra o Londrina, o teste foi com três defensores: Bruno, Almir e Wellington Carvalho. Na derrota para o Athletic, rodada passada, uma nova mudança: saiu Almir Luan e entrou Matheus Carvalho.

Hoje, o elenco azulino conta com cinco defensores: Almir Luan, Matheus Santos, Wellington Carvalho, Bruno Cardoso e Eduardo Biazus. Esse último foi o único que ainda não foi titular na Terceirona.

O desafio agora será contra o Sampaio Corrêa, que é dono do pior ataque da Série C, com um gol marcado. A bola rola no Estádio Rei Pelé, no sábado (18), às 17 horas.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Relacionadas