Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

CSA sofre dois golaços no 2º tempo e perde para o Tombense na Série B: 2 a 1

Muito próximo do Z4, Azulão faz outra partida ruim e assiste mineiros vencerem com gols de Everton e Ciel (ex-ASA)

Será uma noite difícil para o torcedor azulino, que verá seu time perto do Z4 da Série B mais uma vez. Na noite deste domingo (12), o CSA entrou em campo pela 12ª rodada do torneio, visitando o Tombense, e saiu com mais uma derrota. O embate, que aconteceu no Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé, foi vencido pelos mineiros por 2 a 1, com gols de Everton e Ciel, para o Tombense, enquanto Rodrigo diminuiu para os alagoanos.

A derrota deixou o Azulão em uma situação ruim, mas poderia ser pior. O CSA termina a 12ª rodada na 15ª posição, com 13 pontos. Apenas um acima do Náutico, que é o primeiro dentro do G4. O Tombense, por outro lado, parece que vai esquecendo essa briga contra o rebaixamento. O Valente de Tombos deu um salto direto para o 7º lugar, agora 16 pontos. Confira como foi o Tempo Real do duelo através da Gazetaweb.com!

Leia também

Após essa mini maratona de rodadas, os dois clubes terão um tempo generoso de intervalo entre os jogos. O CSA só entra em campo daqui a uma semana, dia 19, contra o Guarani. O confronto será em Campinas, no Brinco de Ouro da Princesa, às 11h. Um dia antes, o Tombense também joga no interior de São Paulo, visitando o Novorizontino, no Jorge Ismael de Biasi, às 16 horas.

1º TEMPO

Com as equipes coladas na tabela de classificação, a partida ganhou aquele status de "jogo de seis pontos". Em campo, o ritmo começou lento, com cara de amistoso. O Tombense foi o primeiro a tentar, em falta de Manoel aos 5min, mas a redonda nem chegou perto do gol. Apesar disso, os donos da casa tiveram mais posse da bola no início do confronto. Poucas vezes o CSA conseguiu trocar passes nos 10 primeiros minutos, tampouco, assustar a defesa alvirrubra.

Aos 15 minutos, a posse de bola mineira era bem superior. Com a bola, o Azulão tinha uma atuação abaixo, com muita marcação e nenhuma chance criada. Por outro lado, o Tombense não entrava na área, tendo dificuldades para furar a trinca na zaga alagoana. Demorou muito, mas aos 19 minutos a primeira finalização veio. Lucas Marques fez jogada rápida com Gabriel. O lateral recebeu o passe pelo lado direito da área e bateu com perigo, mas para fora.


				
					CSA sofre dois golaços no 2º tempo e perde para o Tombense na Série B: 2 a 1
Primeiro tempo começou ruim, mas CSA teve um desempenho menos pior. Morgana Oliveira

Empolgado, o também lateral Manoel tentou responder aos 20, com um chute de longe que nem passou perto de Jean. Quem apareceu na sequência foi o xará do goleiro, Jean Lucas, camisa 10 do Tombense. O meia, com 25 minutos, arriscou de fora e a bola passou rente ao travessão do CSA. Aos poucos, o embate foi melhorando, mas as finalizações na direção do gol seguiram raras.

O goleiro Felipe Garcia foi ter trabalho apenas com 29 minutos. Rodrigo Rodrigues recebeu cruzamento, de costas e tentou de calcanhar, direto nas mãos de Felipe. Já Jean, teve que suar na sequência, espalmando um chutaço de Renatinho. O Gavião começou a ficar à vontade em campo, criando boas chances. Com 33', após cobrança de escanteio, Marcondes cabeceou firme e Jean encaixou.

O arqueiro azulino começou a sofrer um verdadeiro bombardeio, de todos os lados. Aos 36, em cobrança de falta, Keké finalizou com força, no ângulo. Para a sorte do marujo, a bola foi para fora. Os minutos finais do primeiro tempo foram de certa pressão do Tombense, contudo, a defesa azulina postou-se bem para segurar o resultado. Mesmo assim, o gol quase saiu aos 46. Na entrada da área, Everton ajeitou para Keké, que livre chutou no canto e faltou centímetros para abrir o placar. Com esse grande susto, a etapa inicial chegou ao fim, ainda zerado.


				
					CSA sofre dois golaços no 2º tempo e perde para o Tombense na Série B: 2 a 1
Crise no CSA iniciou ainda no 1º turno da Série B, após derrota para o Tombense. Victor Souza/Tombense

2º TEMPO

Assim como seu torcedor, o técnico Mozart não gostou do primeiro tempo. Com isso, o CSA veio com duas mudanças. Entraram Marco Túlio e Édson. Esse último, cria da base, apareceu na primeira chance do segundo tempo, mas sua finalização foi fraca. O Gavião demorou para focar no segundo tempo. Renatinho criou a primeira oportunidade aos 8 minutos, com chute de longe, que foi bem defendido por Jean.

Mesmo com a atuação segura do arqueiro, ele não conseguiu impedir o chute de Everton Galdino. O camisa 9 estava inspirado e quando ninguém esperava, o centroavante pegou um chute colocado da entrada da grande área, acertando direto no ângulo de Jean, que não pôde fazer nada. Um golaço e Tombense na frente.

Se o CSA já estava mal em campo, o gol só fez piorar a situação. A equipe maruja ficou totalmente desconsertada, deixando o adversário tranquilo. Tal tranquilidade foi vista em jogada de Ciel, velho conhecido do futebol alagoano. O camisa 99 entrou a todo vapor e na sua primeira chance de finalização, aos 20 minutos, fintou a zaga e finalizou na parte interior da trave. A bola morreu no fundo das redes, no segundo golaço da noite: Tombense 2x0.


				
					CSA sofre dois golaços no 2º tempo e perde para o Tombense na Série B: 2 a 1
Everton Galdino deve retornar para a sua posição de origem, no ataque. Victor Souza/Tombense

Agora com uma vantagem enorme, o Gavião fez o seu jogo para cima dos azulinos. Apesar das mudanças de Mozart, o CSA mal chegava na área mineira e o goleiro Felipe Garcia tornou-se um mero espectador. As vezes que o time alagoano chegou na área, eram com bolas lançadas, sem muita direção.

Com 34 minutos, Yann Rolim achou Marco Túlio do lado esquerdo da grande área. O atacante tentou girar finalizando, mas a defesa alvirrubra travou. Marco apareceu novamente pela esquerda, com nova boa jogada. Nela, quase que Rodrigo mandou para o próprio gol, mas Felipe defendeu na hora certa. O time de Bruno Pivetti, satisfeito, passou a controlar a posse de bola, evitando deixar com que o CSA criasse oportunidades.

Os jogadores do Azulão pareciam irritados, e muitas faltas duras aconteceram na reta final. Inclusive, o Gavião-Carcará se aproveitou, para colocar lentidão no confronto. Aos 45 minutos, a arbitragem definiu apenas quatro minutos de acréscimos, pouco tempo, para quem perdia por dois de diferença. Apesar disso, o time azulino ainda teve um pênalti ao seu favor, após checagem no VAR, aos 48 minutos.

Na cobrança, Rodrigo Rodrigues foi confiante na bola e conseguiu diminuir o placar, aos 50 minutos. Embora a esperança tivesse renascido, não houve tempo para buscar o placar. Final: Tombense 2x1 CSA.

Ficha técnica

Tombense - Felipe Garcia; David, Ednei (Marcondes), Joseph e Manoel; Rodrigo, Zé Ricardo e Jean Lucas (Nenê Bonilha); Renatinho (Ciel), Keké (Cleiton) e Everton (Gabriel Henrique). Técnico: Bruno Pivetti.

CSA - Jean; Werley, Anderson Martins (Édson) e Wellington; Lucas Marques, Geovane (Giva Santos), Gabriel, Felipe Augusto (Marco Túlio) e Lourenço; Lucas Barcelos (Yann Rolim) e Rodrigo Rodrigues. Técnico: Mozart

Gols - Everton (TOM - 10'/2T); Ciel (TOM - 20'/2T); Rodrigo Rodrigues (CSA - 50'/2T)

Cartões amarelos - Geovane (CSA); Wellington (CSA)

Árbitro - Rafael Rodrigo Klein (CBF/RS)

Assistentes - Leirson Peng Martins (CBF/RS) e Lucio Beiersdorf Flor (CBF/RS)

Quarto árbitro - Antonio Marcio Teixeira da Silva (CBF/MG)

VAR - Herman Brumel Vani (CBF/SP)

Assistente do VAR - Renato Cardoso da Conceição (CBF/MG)

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X