CSA joga pela classificação e por prêmio de R$ 1,7 milhão na Copa do Brasil

Azulão encara o Remo nesta terça-feira (13), no Estádio Rei Pelé, em mata-mata válido pela segunda fase da competição nacional

Na noite desta terça-feira (13), CSA e Remo se enfrentam às 21h30, em duelo disputado no Estádio Rei Pelé, em Maceió. A partida será válida pela segunda fase da Copa do Brasil.

Detalhe

Diferentemente da fase anterior, nenhuma equipe tem vantagem do empate. Portanto, em caso de igualdade ao final dos 90 minutos de disputa, a decisão será nos pênaltis. Quem confirmar a classificação leva uma cota de R$ 1,7 milhão.

Panorama

Na primeira fase da competição, o CSA visitou o Guarany Sporting Club e sobrou, vencendo por incríveis 5 a 1. Dellatorre, Fabrício, Rodrigo Pimpão, Silas e Geovane anotaram os tentos do massacre.

Do outro lado, o Remo visitou o Esportivo e teve vida mais dura. Felipe Gedoz abriu o placar aos 20 minutos, mas os donos da casa tiveram a chance do empate e perderam, desperdiçando um pênalti. Dessa forma, Lucas Tocantins matou o duelo, fechando em 2 a 0.

Faz tempo

Em jogo único, o duelo promete ser acirrado, visto que ambas as equipes não seguem em frente rumo à terceira fase da competição mais lucrativa do país há um bom tempo. Em 2009, após derrotar o Santos de Neymar, na Vila Belmiro, por 1 a 0, o Azulão conseguiu passar de etapa. Já o Leão não avança desde 2003, quando deixou pelo caminho o Internacional, graças ao critério do "gol qualificado".

CSA

Após o empate sem gols no último sábado (10), contra o Sampaio Corrêa, pelo Nordestão, a delegação azulina desembarcou no domingo (11), em Alagoas, descansou e os jogadores voltaram a treinar na tarde dessa segunda (12), no CT do Nelsão.

Para a partida contra o Remo, o CSA terá a volta do volante Geovane. Ele desfalcou a equipe no empate com o Sampaio Corrêa.

Geovane volta ao time e reforça o CSA contra o Remo - Foto: Augusto Oliveira/Ascom CSA

Outra novidade

Anunciado pelo CSA na última quinta-feira (8), o lateral esquerdo Patrick Brey teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. O jogador começou a treinar na semana passada e disputa a posição com Vitor Costa, que vem sendo titular da equipe de Mozart Santos.

A tendência é que Vitor Costa e Patrick Brey apareçam entre os relacionados para o jogo contra o Remo.

Assim, Mozart pode mandar a campo: Darley; Norberto, Matheus Felipe, Lucão e Vitor Costa (Patrick Brey); Geovane, Silas e Gabriel; Pimpão, Marco Túlio e Dellatorre.

Remo

Desde a reta final da temporada passada, o Remo tem apresentado dificuldades para lidar com bolas alçadas na própria área. O empate com o Independente-PA, na última quinta (8), ligou o sinal de alerta com relação a problemas defensivos. Para este compromisso no calendário, pela Copa do Brasil, o Leão precisará elevar o nível de atuação para superar o CSA.

De olho neste decisivo duelo, Wellington Silva garante que lições foram tiradas. "Contra o Independente-PA, tivemos duas falhas que não podem acontecer. Já foi um aprendizado. Não podemos errar em jogo nenhum, principalmente agora, nesta decisão da Copa do Brasil contra o CSA", disse o jogador.

Wellington Silva pede atenção às jogadas aéreas para o duelo contra o CSA - Foto: Samara Miranda/Remo

Reforço

O Leão pode ganhar um reforço importante para o compromisso pela Copa do Brasil: Lucas Tocantins, desfalque diante do Galo Elétrico, que voltou a treinar com bola e deve estar disponível nesta terça (13). Assim, a tendência é que Bonamigo mande a campo: Vinícus; Welington Silva, Rafael Jansen, Fredson e Marlon; Uchôa, Lucas Siqueira e Felipe Gedoz; Wallace, Renan Gorne e Dioguinho.

Retrospecto

A última vez que CSA e Remo se enfrentaram foi em 2017, ainda pelo Brasileirão da Série C. Naquele ano, as equipes empataram em 1 a 1 no primeiro turno da competição em Belém, e, na volta, em Alagoas, deu CSA por 2 a 0. O retrospecto, inclusive, é favorável ao Azulão. Em cinco confrontos, o CSA venceu três vezes, enquanto o Remo venceu, apenas, um nos anos 2000, pela Copa João Havelange.

Arbitragem

Jean Pierre Gonçalves Lima (CBF) será o árbitro. Ele será auxiliador por Leirson Peng Martins (CBF) e Lucio Beiersdorf Flor (CBF). O trio é do Rio Grande do Sul. José Ricardo Larangeiras (CBF) será o quarto árbitro e George Alves Feitoza (CBF) será o analista de campo. A dupla é alagoana.