CSA foi vice-campeão simbólico do segundo turno da Série B 2021

Time de Mozart só ficou atrás do campeão Botafogo, na metade final do campeonato

O acesso do CSA quase veio, ficando literalmente a alguns minutos de acontecer. Apesar disso, o time alagoano conseguiu terminar a Segundona no 5º lugar, com 60 pontos, uma campanha magnífica levando em consideração o primeiro turno bem abaixo. Porém, na reta final da Série B, o Azulão surpreendeu e terminou com o segundo lugar simbólico do returno.

A campanha azulina no segundo turno só foi superada pela do Botafogo, campeão da Série B 2021. Enquanto o Bota fez 41 pontos, o time marujo fez 34, com 10 vitórias, quatro empates e apenas cinco derrotas. A campanha, inclusive, deu 59,6% de aproveitamento nos 19 jogos finais. Esse aproveitamento, inclusive, se fosse revertido nas 38 rodadas, serviria para o CSA ser vice-campeão geral.

Um dos principais fatores para esta mudança foi a chegada do técnico Mozart, que assumiu o time na 22ª rodada, no empate de 0 a 0 com o Vila Nova. Foi o profissional que conquistou as 10 vitórias do returno, além de ter apenas três derrotas e outros quatro empates. Sendo responsável por 100% dos pontos conquistados.

Em termos comparação, dos 60 pontos conquistados pelo Azulão na Série B de 2021, mais da metade foi na era Mozart, ou seja, no segundo turno. Foram 34 na reta final, contra 28 nas primeiras 19 rodadas, onde, inclusive, o CSA frequentou a zona do rebaixamento.

Azulão do Mutange perdeu sete vezes no primeiro turno - Foto: Ailton Cruz

O crescimento do CSA de Mozart não foi à toa, já que junto dele, outros atletas também cresceram bastante de produção. A maior prova disso é o ataque, que no primeiro turno só marcou 20 gols, porém, nas 19 finais, foram feitos 28 gols. Esse crescimento se deu, também, quando Dellatorre desandou a marcar gols.

O camisa nove virou o turno com apenas três gols marcados, e conseguiu encerrar a competição com 12 gols, sendo o 4º no ranking de artilheiros da Série B. Ficou atrás apenas de Edu (17), Léo Gamalho (16) e Rafael Navarro (15).

A defesa foi o único quesito em que houve uma pequena piora, porém, pouco efetiva. No primeiro turno foram apenas 16 gols sofridos, contra 17 do segundo turno. Em termos de tabela, o CSA terminou a 19ª rodada em 10º lugar, quando no final do campeonato teve a proeza de ficar em quinto, pelo segundo ano seguido.