Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

CSA é punido com multa de R$ 10 mil por causa de tumulto em jogo contra o Cruzeiro

Lateral azulino Cristovam pegou a punição de apenas uma partida, mas já cumpriu a suspensão automática

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) divulgou nessa quarta-feira (27), a decisão do julgamento da briga generalizada que ocorreu após a partida entre CSA e Cruzeiro, no dia 26 de setembro, pela Série B do Brasileiro. O duelo foi disputado no estádio Independência, em Belo Horizonte-MG. Os dois clubes foram denunciados por tumulto e condenados a pagar uma multa no valor de R$ 10 mil, cada um. A decisão é de primeira instância e ainda cabe recursos das equipes.

Já os jogadores envolvidos na confusão foram penalizados separadamente. Cristovam, do CSA, e Adriano Firmino, do Cruzeiro, foram punidos em um jogo, ambos por ato desleal na partida, mas já cumpriram. Já Rafael Sóbis, também da Raposa, foi advertido por conduta contrária à disciplina.

Leia também

O lateral azulino foi expulso ao término do jogo. Ele foi enquadrado nos Artigos 254, parágrafo 1º, inciso II; 257, parágrafo 1º; e 183 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). Já o CSA foi incurso no Artigo. 257, § 3º. Tais artigos tratam da prática de agressão física, da participação de rixa, conflito ou tumulto, durante a partida, prova ou equivalente. O julgamento foi realizado pelos auditores da Terceira Comissão Disciplinar do STJD.

Eis a decisão do relator do caso, Bruno Tavares, segundo consta no site do STJD:

“Ao Rafael Sóbis, a súmula não restou descaracterizada e aplico a pena de uma partida convertida em advertência. Com relação aos atletas Adriano e Cristovam, a prova de vídeo foi importante. Realmente o Adriano dá uma disparada em direção ao Cristovam e de fato trocam empurrões, mas fica nisso. A denúncia fala em socos e pontapés e eu não vi nada disso. Acolho as teses defensivas alternativas e desclassifico para o artigo 250. Em relação ao 257, não prevê apenas a rixa, fala em conflito e tumulto. Razão pela qual estou considerando a aplicação do artigo 257 e aplico para cada agremiação a multa de R$ 10 mil”.

Já os auditores Éric Chiarello, Rodrigo Raposo, Claudio Diniz e o presidente Luís Felipe Procópio acompanharam na íntegra as punições aos atletas.

Quanto aos clubes, apenas o auditor Rodrigo Raposo divergiu, pois absolveu Cruzeiro e CSA. Éric Chiarello, Claudio Diniz e o presidente Luís Felipe Procópio ficaram com o voto da relatoria para punição das agremiações.

O CSA e o lateral Cristovam foram representados pelo advogado Osvaldo Sestário.

PREPARAÇÃO

Para o jogo contra o Vasco, nesta sexta (29), às 21h30, em São Januário, o elenco azulino realizou treinamento ontem à tarde, no CT do Nelsão, e viajou à noite para o Rio de Janeiro. Nesta quinta (28) à tarde, treina no CT do Fluminense. Cristovam está fora desta partida contra os cruzmaltinos, mas devido ao terceiro cartão amarelo.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas