Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

CSA balança as redes fora de casa contra o Confiança e se mantém longe do Z4

Azulão tira a zica e com gols seguidos de Dellatorre e Iury Castilho o time chega aos 22 pontos e se distancia da lanterna

O CSA venceu o Confiança, fora de casa, pela décima sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, nesta terça-feira (10). Com o resultado de 2 a 0, o Azulão chegou aos 22 pontos, mas continua na décima segunda colocação na competição; e o Confiança, com o resultado, tem 13 pontos e está em décimo sexto no momento.

Com gols de Iury Castilho e Dellatorre, a vitória foi mais que necessária para que o Azulão se mantivesse longe do Z4. Já a derrota do Confiança faz o cheiro da lanterna ficar cada vez mais forte e real.

Leia também

O próximo jogo do CSA será contra o Coritiba, no sábado (14), no Estádio Rei Pelé, às 16h30; já o Confiança joga no mesmo dia e na mesma hora contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. O Dragão precisa da vitória, já que pode terminar esta rodada na zona de rebaixamento.

Confira, clicando aqui como foi o jogo entre Azulão e Dragão em tempo real!

Etapa inicial


				
					CSA balança as redes fora de casa contra o Confiança e se mantém longe do Z4
Augusto Oliveira

No primeiro minuto, quem começou tentando foi o Confiança. Ítalo subiu pelo lado direito, Daniel Paiva ficou na área, mas a bola não chegou. Logo após, Gabriel, do CSA, cruzou na área sergipana e Vinícius Santana tirou na boa. Nos primeiros 3 minutos o time de Sergipe recebeu uma grande pressão: o CSA subiu bem e teve algumas boas oportunidades. Aos 5 minutos, Daniel Penha deu um pontapé em Iury Castilho na esquerda, falta clara e nada!

No início do jogo, a posse de bola era majoritariamente do Azulão, com 59% de dominância em campo. Aos 6 minutos, uma chance clara do Confiança: após cruzamento forte demais, a bola ficou na parte superior da rede, mas por fora. Aos 8 minutos Willians Santana se chocou feio com Lucão e saiu de campo para o atendimento em um jogo cheio de faltas.

A chance do CSA foi aos 10 minutos. Dellatorre deu uma casquinha de costas para o gol, mas a bola morreu nas mãos do goleiro Rafael Santos. Com um jogo cheio de erros, os dois times tentavam subir, mas os passes errados tomavam conta da situação.

Aos 19’, com somente uma finalização, o jogo estava muito faltoso e um ataque cheio de erros. Aos 20 minutos, Geovanne tomou um cartão amarelo, assim, está suspenso para o próximo jogo, contra o Coritiba.

No minuto 25, Gabriel, do Azulão, esticou demais a perna e ficou caído no meio-campo, precisando de atendimento médico. O jogo teve um ritmo lento e, se arrastando, os jogadores tentavam criar possibilidades, mas o meio de campo era imperdoável e, até os 27 minutos, já eram 11 faltas.

Chegando aos 30 minutos, o Confiança respondeu, obrigando Thiago Rodrigues a salvar. Marcelinho cruzou e o goleiro, com a ponta dos dedos, tirou as chances de finalização do Dragão. Aos 32 minutos, o CSA continuava tendo mais posse de bola e aparecia mais em campo.

Chegando aos 43 minutos, o Dragão Operário só teve uma finalização na primeira etapa, contra quatro do Azulão. O árbitro acrescentou 2 minutos ao primeiro tempo e o jogo foi aos 47 minutos. Uma partida bem complicada tecnicamente, com muitas faltas, muitos erros de passe e poucas finalizações.

2o Tempo


				
					CSA balança as redes fora de casa contra o Confiança e se mantém longe do Z4
Augusto Oliveira

O jogo voltou com duas modificações. Do lado sergipano, Rafael Vila entrou no lugar de Madison, já no lado azulino, Bruno Mota substituiu o estreante Marquinhos. Aos 8 minutos, o Confiança tentou crescer no jogo, com Willians Santana que apareceu e, cabeceando, a bola bateu no chão e perdeu força, deixando fácil pra Thiago Rodrigues segurar sem muito susto

Aos 10 minutos, Daniel Penha fez uma boa jogada, cortando a zaga do Azulão, até ser parado por um carrinho na bola. Lá pelos 12’, o Azulão cresceu mais uma vez, com Iury Castilho, que recebeu a bola na ponta direita e mandou um torpedo no meio da pequena área, mas Vinícius conseguiu mandar para escanteio. Aos quinze, já eram 47 passes errados, facilitando o jogo morno em Sergipe.

A jogada principal dos dois times era investir em contra-ataques, mas com as duas equipes errando muito no meio de campo, o juiz trabalhou muito apitando faltas por lá. Chegando à marca dos 23 minutos, o Dragão modificou de novo, com a saída de Willians Santana, que estava amarelado na partida, para a entrada de Tiago Reis. Logo após, uma boa chance apareceu para o CSA, que achou um lance bom com Dellatorre fazendo o pivô para Lucão finalizar na trave, porém, houve um impedimento no início do lance na posição errada de Delatorre.

O Confiança falhou aos 31’, Dellatorre aproveitou e chutou. Rafael Santos não segurou 100%, surgindo a chance de Iury Castilho, que só empurrou a bola para balançar a rede para o Azulão, respirando e deixando desespero do 0 a 0.

Nem esperaram muito para o segundo gol sair. Já na sequência do primeiro, o CSA abriu e fez mais um: Ernandes mandou uma bola maravilhosa para Dellatorre, que chegou livre para marcar o segundo gol azulino: 2 a 0.

No minuto 39, Rafael Vila quase diminuiu para o Dragão. Ele apareceu muito bem colocado na segunda trave, mas bateu muito para cima, a bola beijou o travessão e saiu. Mais à frente, aos 43’, o Confiança finalmente entrou na partida, Daniel Penha apareceu na esquerda, chutando bem colocado, mas o goleiro Thiago Rodrigues espalmou no limite para exorcizar a possibilidade de gol.

O árbitro acrescentou 4 minutos aos 45’ e apitou após uma cobrança de falta para fora do Dragão.

Ficha Técnica

Confiança: Rafael Santos, Marcelinho, Nirley, Vinícius Santana (Luan), João Paulo, Serginho, Madison (Rafael Vila), Daniel Penha, Jhemerson (Robinho), Ítalo (Luyde), Willians Santana (Tiago Reis)

CSA: Thiago Rodrigues, Éverton Silva, Matheus Felipe, Lucão Ernandes, Geovane (Giva Santos), Yuri (Reinaldo), Gabriel, Iury, Dellatorre (Yago) , Marquinhos (Bruno Mota), Lucão (Fabrício)

Árbitro: Leonilson Fernandes Trigueiro Filho (CBF)

Auxiliares: Vinicius Melo de Lima (CBF) e Luis Carlos de França Costa (CBF).

Quarto Árbitro: Thayslane de Melo Costa (FIFA) será a quarta árbitra.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas