CRB vence o Náutico por 3 a 1, quebra tabu e assume a 3ª posição da Série B

Vitória regatiana na Arena Pernambuco veio com gols de Magrão, Galdezani e Roger Gaúcho

O CRB enfrentou o Náutico, na tarde deste sábado (09), na Arena Pernambuco, e voltou a surpreender pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O Galo venceu a partida por 3 a 1, assumiu o terceiro lugar da competição e quebrou o tabu de nunca ter vencido a equipe pernambucana jogando no estado vizinho. Gérson Magrão, Matheus Galdezani e Roger Gaúcho marcaram para o time regatiano. Rony diminuiu para o Timbu. Agora, o time alvirrubro vai encarar o Tupi, na próxima quinta-feira (14), às 21 horas.
Já garantido no G4 antes mesmo de entrar em campo, o Galo entrou em campo sem o peso que o rival ainda carrega. Além disso, a derrota do Ceará para o Tupi, na noite dessa sexta-feira (8), dava a chance ao CRB, em caso de vitória, de assumir o terceiro lugar.
Com três desfalques, incluindo o goleiro Juliano e o zagueiro Adalberto - que têm sido importantes peças no esquema de Mazola Júnior -, o treinador regatiano teve que mexer no sistema defensivo do Galo. Júlio César, Flávio Boaventura e Marcos Martins, que substituiu Bocão, suspenso, foram os titulares ao lado de Diego Jussani, com o lateral Diego complementando a defesa.
Dentro de campo, apesar da tentativa de pressão do time pernambucano, o CRB foi eficiente e soube encontrar os contra ataques que lhe deram condições de definir o resultado a seu favor.
Confira os gols da vitória regatiana
O jogo
E apesar da maior posse de bola para o time da casa no início da partida, foi o Galo que teve a principal chance de chegar ao gol. Aos 17 minutos, Diego cruzou na cabeça de Zé Carlos, que finalizou muito perto do gol. O Galo chegou novamente aos 28, assinalando um golaço de Gérson Magrão. Diegou lançou o meia em profundidade, e Magrão deu um lindo toque por cima do goleiro do Timbu: 1x0.
Apesar da falta de organização, o Náutico chegou ao empate na base da vontade. Aos 44 minutos, Jefferson Nem invadiu a área e finalizou. Júlio César defendeu, mas deu rebote nos pés de Rony, que deixou tudo igual na Arena Pernambuco: 1x1.
Na volta para o segundo tempo, o Náutico esteve mais agressivo. Aos 9 minutos, Bergson cobrou escanteio, Marcos Martins desviou e a bola bateu na trave, assustando o goleiro Júlio César. O time pernambucano tentou várias vezes, mas não voltou a levar perigo à meta do arqueiro regatiano.
Já aos 26 minutos, Roger Gaúcho puxou contra ataque, passou para Luidy e cruzou na cabeça de Matheus Galdezani, que deixou o CRB a frente do placar novamente: 2x1. Com o segundo gol regatiano, o Náutico se mandou de vez para o ataque, e a equipe regatiana passou a jogar nos erros do Timbu.
E o golpe final do CRB saiu aos 45 minutos da etapa complementar. Assisinho lançou Roger Gaúcho em profundidade, e o meio-campista deu um lindo toque por cima de Júlio César, definindo o placar em São Lourenço da Mata, para a alegria do torcedor regatiano - que compareceu em grande número.