Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

CRB vacila, vê sequência de vitórias cair e perde para o Operário: 3x2

Galo ficou na frente do placar por duas vezes, mas viu o Fantasma virar e conquistar a vitória; equipe regatiana estaciona na 11ª colocação

Na noite desta quinta (14), o CRB foi derrotado para o Operário no interior paranaense por 3 a 2. O Galo até ficou na frente do placar por duas vezes, mas sofreu a virada e viu a sequência de três vitórias ser quebrada no Estádio Germano Krüger. Alex Silva, Jean Carlo e o ex-CSA Ricardo Bueno marcaram para os alvinegros. Carlos Jatobá e Wesley anotaram os tentos regatianos

Com este resultado, o Regatas estaciona na 11ª colocação, com os mesmos 46 pontos e vê as chances de entrar no G-4 serem pulverizadas. Já o Fantasma, somando 51 pontos, ocupa agora a 6ª posição. Os paranaenses chegaram ao quinto jogo seguido de invencibilidade e entra na briga pelo G-4.

Leia também

O próximo compromisso do Galo será na próxima terça-feira (19), às 19h15, quando recebe o Figueirense no Rei Pelé. O Operário, por sua vez, entrará em campo um dia depois, na quarta (20), às 21h30, para encarar o Cruzeiro na Arena Independência. As partidas serão válidas pela 36ª rodada da Série B.

Etapa inaugural

Desde quando a bola começou a rolar no Germano Krüger, o Galo foi sufocado e viu o Fantasma jogar no seu campo. Os mandantes levaram um certo perigo à meta de Edson Mardden logo no primeiro minuto, mas nada além disso. Percebendo o forte volume de jogo dos adversários, o time regatiano baixou a marcação e obrigou os alvinegros a trocarem passes na tentativa de achar brechas.

Após ver o ataque do Operário empurrar a sua defesa para trás, o Regatas tentou subir e foi bem sucedido. Logo na primeira tentativa, o placar ganhou as cores alvirrubras. Hyuri fez boa jogada pela direita e finalizou. O goleiro alvinegro espalmou para o meio da área e Carlos Jatobá chegou para balançar o barbante aos 11. Marcador inaugurado no interior do Paraná: Operário 0x1 CRB.

Depois de sofrer o golpe duro logo no início, o time alvinegro estimulou o seu setor ofensivo na corrida pelo tento equalizador. Apesar dos esforços, foi o Galo quem assustou. Pablo Dyego disparou de longe, contou com um desvio no meio do trajeto e carimbou o travessão dos paranaenses aos 20 minutos, marcando a segunda chegada dos regatianos.

Foi somente após ver o Regatas marcar e criar outra chance clara de ampliar que o Fantasma foi perigoso pela primeira vez. Ricardo Bueno, ex-CSA, aproveitou a bola levantada na cobrança de escanteio e cabeceou com categoria no contrapé de Edson Mardden. A redonda saiu com perigo, tirando tinta no alto do poste esquerdo.

A partida perdeu em plasticidade na faixa dos 30 minutos, quando as equipes cometeram muitas faltas e o jogo ficou bastante parado. Neste período de tempo, a equipe paranaense viu o zagueiro Rafael Bonfim e o meia Marcelo tomarem cartão amarelo. No lado vermelho, Pablo Dyego também sofreu a punição.

Aos 40 minutos, Robinho recebeu em velocidade no contra-ataque, mas pisou na bola quando estava perto de invadir a área e levou uma sonora bronca de Roberto Fernandes. Na sequência, aos 42, Hyuri foi acionado, avançou e bateu pra fora. Logo depois, aos 43, Pablo Dyego recebeu uma bola açucarada na marca do pênalti, mas furou e perdeu uma grande chance.

Depois de desperdiçar três ótimas oportunidades para marcar, o Galo viu o Fantasma estimular um esforço final e empatar a partida nos acréscimos. Pedro Ken ganhou a disputa na ponta direita e soltou a bomba. Mardden defendeu e o rebote sobrou com Alex Silva, que estufou as redes alvirrubras. Aos 49 minutos, após cinco de acréscimos, a primeira etapa chegou ao fim com o placar equiparado: Operário 1x1 CRB.

Segundo tempo

O Regatas iniciou a etapa complementar adiantando a marcação para roubar a bola no campo de ataque. A estratégia deu certo! O Galo conseguiu uma falta frontal aos 8 minutos e, na cobrança, Wesley teve categoria e marcou um golaço. O Galo ficou à frente no placar mais uma vez: Operário 1x2 CRB.

Mais uma vez com a desvantagem, o Fantasma partiu para cima dos regatianos. Aos 11 minutos, Rafael Chorão chutou de fora da área, a redonda desviou na defesa e quase traiu Edson Mardden, que realizou uma grande defesa. Mais uma chance aconteceu aos 17. Rafael Oller recebeu dentro da área, girou para se livrar da marcação e finalizou perigoso para fora. Grande momento dos donos da casa.

Logo em seguida, o Galo teve a sua vez de crescer na partida e assustar os alvinegros, mas sofreu o empate aos 23 minutos. Schumacher recebeu, fez o pivô e ajeitou para Jean Carlo. O meia aproveitou a boa chance e chutou colocado, de chapa, tirando de Mardden. Operário igualou o placar mais uma vez: Operário 2x2 CRB.

O tento que equiparou o confronto deu mais instigação para os paranaenses. O Fantasma bombardeou a meta regatiana até conseguir a virada aos 32 minutos. O ex-CSA Ricardo Bueno foi acionado por Alex Silva na área, virou em cima do zagueiro Reginaldo Júnior e bateu rasteiro no cantinho. Placar atualizado no Germano Krüger: Operário 3x2 CRB.

Na reta final da partida, o Galo aplicou um grande esforço para empatar, mas saiu do interior paranaense com a derrota. O árbitro paulista estendeu a partida até os 48 minutos, que terminou com a vitória alvinegra por 3 a 2.

Operário- Martín Rodríguez; Alex Silva, Rafael Bonfim (Reniê), Ricardo Silva e Fabiano; Jimenez (Rafael Chorão), Pedro Ken (Schumacher) e Marcelo (Fábio Alemão); Maranhão (Jean Carlo), Rafael Oller e Ricardo Bueno. Técnico: Matheus Costa.

CRB - Edson Mardden; Reginaldo Lopes, Gum (Reginaldo Júnior, Lucão), Thalisson e Luiz Paulo; Claudinei, Wesley e Carlos Jatobá; Pablo Dyego (Luidy), Robinho (Lucas Mendes) e Hyuri. Técnico: Roberto Fernandes.

Árbitro- Leandro Bizzio Marinho (SP)

Assistentes- Daniel Luis Marques (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X