CRB recebe o Vasco no Rei Pelé pensando só no G-4 da Série B

Regatianos querem se manter na zona de acesso, enquanto Gigante da Colina quer se aproximar; partida será nesta quinta (16), às 19h

Depois de perder a invencibilidade em casa, o CRB terá mais um grande desafio no Rei Pelé. Nesta quinta (16), recebe o Vasco, às 19h, buscando sua manutenção no G-4, que será garantida em caso até de empate. Se perder para o Cruzmaltino, o Galo poderá ser ultrapassado em caso de vitórias de Avaí e Guarani.

Apesar de uma boa apresentação, nada foi suficiente para evitar a derrota para o Goiás. Com a combinação de resultados da rodada, o CRB acabou perdendo a vice-liderança para o Esmeraldino e caiu para o 4º lugar, com 40 pontos. Na sua cola, Avaí e Guarani, ambos com 37 pontos, podem tomar a vaga no G-4, em caso de derrota regatiana e uma das duas equipes vencer seus jogos.

Os vascaínos veem o confronto com o Galo como uma verdadeira decisão. Décimo colocado da Série B, oito pontos separam o Gigante da Colina do G-4. Uma vitória pode colocar o time novamente na luta pelo acesso, enquanto uma derrota o deixará ainda mais distante do objetivo de voltar à elite. A derrota para o Avaí marcou a despedida do técnico Lisca.

CRB

O Galo lutará contra o histórico nesta quinta (16). Atuando no Rei Pelé, o Regatas jamais venceu o Vasco. A única vitória alagoana foi em São Januário, pela Série B de 2016, quando Zé Carlos marcou dois gols e o Galo venceu por 2 a 1.

O resultado negativo contra os goianos foi motivo de muita lamentação dentro do Ninho do Galo. O treinador Allan Aal, além de reclamar do resultado, afirmou que gostou da atuação da equipe, tendo criado chances, mas não conseguindo marcar.

“Foi um resultado que magoou muito a gente, pelo desempenho, pelo volume que a equipe teve. É claro que, em algumas situações, no último terço, a gente poderia ter tomado decisões um pouco mais tranquilas. Mas o goleiro (Tadeu, do Goiás) teve destaque, foi muito bem. Os zagueiros também, tirando bolas quase que em cima da linha. E a gente lamenta pelo fato de eles terem duas finalizações e terem tido a competência de concluir em gol”, afirmou, após o jogo.

Gum é dúvida para enfrentar o Vasco - Foto: Reprodução/Ascom CRB

Por esse motivo, Aal não deverá fazer muitas mudanças na equipe para enfrentar os cariocas. Só uma mudança é possível. Na zaga, Gum deverá ser reavaliado para saber se terá condições de ir para o jogo, após lesão na panturrilha direita. Caso não jogue, Ewerton Páscoa deverá ser seu substituto, já que Frazan está suspenso e Victor Ramos e Diego Ivo ainda se recuperam de lesão.

A provável escalação do CRB é: Diogo Silva; Reginaldo, Ewerton Páscoa (Gum), Caetano e Guilherme Romão; Marthã, Wesley e Diego Torres; Jajá, Pablo Dyego e Júnior Brandão.

VASCO

O clima em São Januário está pesado nesta Série B. O time, em nenhum momento da competição, conseguiu se firmar no G-4 e vê o objetivo do acesso cada vez mais longe. Após a derrota para o Avaí, na última rodada, viu Lisca pedir demissão, mas agiu rápido e anunciou Fernando Diniz como seu substituto.

Para enfrentar o CRB, Diniz contará com dois reforços. O zagueiro Walber e o atacante equatoriano Jhon Sanchez foram regularizados, treinam com a equipe desde a semana passada e vão para o jogo. Walber deverá começar no banco, enquanto Sanchez tem chances de ser titular. O equatoriano gosta de jogar pelo lado esquerdo, portanto, pode tomar a vaga de Léo Jabá. Regularizado, o meia Nenê também viajou com a equipe e pode fazer sua reestreia. Quem também volta a ficar à disposição é o meia Sarrafiore.

Nenê foi apresentado nessa quarta (15) e viajou com o time para Maceió - Foto: Rafael Ribeiro / Vasco

Ernando e Michel ainda aprimoram a parte física e devem ficar de fora. Suspenso com o terceiro cartão amarelo, o atacante Daniel Amorim, ex-CRB, não viajou para Maceió.

O provável time do Vasco é: Vanderlei, Léo Matos, Leandro Castán, Miranda (Walber), Zeca; Rômulo, Andrey, Marquinhos Gabriel (Nenê); Léo Jabá (Jhon Sanchez), Morato e German Cano.

ARBITRAGEM

O trio de arbitragem será da Federação Paulista de Futebol. Luiz Flavio de Oliveira (FIFA) será o árbitro principal, sendo auxiliado por Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (CBF) e Fabrini Bevilaqua Costa (FIFA), tendo José Jaini Oliveira Bispo (CBF-AL) como quarto árbitro. O VAR será comandado por Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (FIFA-SP), sendo auxiliado por Daniel Luis Marques (CBF-SP).