Convocado pela Seleção Brasileira de Kung Fu, alagoano faz vaquinha para competir na Argentina

Victor de Oliveira, de 27 anos, iniciou uma arrecadação de valores para realizar sonho de competir representando o Brasil

O esporte alagoano segue ganhando visibilidade e espaço no cenário nacional, agora, em mais uma modalidade: o kung fu. Maceioense de 27 anos, o lutador Victor de Oliveira foi convocado pela Seleção Brasileira para participar do Campeonato Sul-Americano da modalidade. A competição acontecerá em novembro deste ano e será realizada em Buenos Aires, capital da Argentina.

Além disso, um pouco antes, em setembro, Victor poderá participar no Campeonato Brasileiro de Kung Fu, que será realizado em Goiânia-GO. Entretanto, a animação e a alegria com o maior momento da sua carreira esbarraram na frustração da falta de apoio. Para participar do campeonato internacional, além do Campeonato Brasileiro, o lutador precisará arcar com o valor das inscrições e de sua estadia. Ao todo, Victor precisa de cerca de R$ 9.000.

Sem uma assistência forte dos órgãos governamentais de Alagoas, Victor tenta outros caminhos para arrecadar o dinheiro para as despesas. E assim surgiu a ideia de criar uma "vaquinha" virtual, que acabou virando a sua principal esperança para representar Alagoas nos dois torneios.

Victor acumula títulos e chega ao ponto alto da carreira com convocação para a seleção - Foto: Arquivo Pessoal

"Eu tive a ideia de criar a vaquinha online pela urgência dos prazos das competições. Já consegui arrecadar um pouco mais de 800 reais. Com fé em Deus, a gente vai conseguir atingir a meta", disse o atleta, em tom esperançoso.

Aqueles que possuem o interesse em ajudar Victor, basta acessar o link da vaquinha, clicando aqui! As doações podem ser feitas em qualquer valor e o próprio site mostra o quanto já foi arrecadado. Até o fechamento dessa matéria, Victor tinha alcançado o valor de 810 reais.

Para aqueles que quiserem e puderem contribuir por outros meios ou de outras formas, como ajudando com um patrocínio, basta entrar em contato com Victor de Oliveira, através do seu perfil no Instagram(@victoroliveirakfd).

Currículo extenso

Com 16 anos dedicados à arte marcial milenar chinesa, Victor já subiu no lugar mais alto do pódio em várias oportunidades. O lutador acumula medalhas dos Campeonatos Alagoano, Nordestino, Brasileiro e Internacional, além de competições interestaduais.

Nos últimos dois anos, o atleta alagoano vive a sua maior fase na carreira, vindo de boas apresentações no Brasileiro de Kung Fu/Wushu e no Campeonato Brasileiro Universitário de Kung Fu/Wushu, onde competiu representando a Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

Lutador está precisando arrecadar cerca de 9 mil reais - Foto: Arquivo Pessoal

Na competição nacional, ele conquistou o bronze em duas modalidades: com armas maleáveis e Mãos Sul (sem armas). Já no Universitário, ele trouxe outras três medalhas para Alagoas: duas de prata (Armas Longas e Mãos Sul) e uma de bronze (Nanquan).

Victor iniciou no kung fu na modalidade Dakaru, criada e desenvolvida em Alagoas pelo professor Christiano Gomes Lins. Em 2019, ele passou a praticar o Wushu Moderno, com o vice-campeão mundial Carlos André Sousa Feitosa, e treina para disputar competições na categoria nos próximos anos.

*Com informações da família do competidor