Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

Na raça! Com um a menos, CSA segura o Vitória no Barradão e vence por 1 a 0

Com o resultado, Azulão agora soma 51 pontos e assume provisoriamente a 5ª posição na tabela; gol azulino foi de Iury Castilho

No feriado de finados, nesta terça-feira (2 de novembro), o CSA mostrou que está vivo e bem vivo na Série B do Brasileiro. O Azulão venceu o Vitória, por 1 a 0, no Barradão, em Salvador-BA, em jogo válido pela 33ª rodada da Segundona. O gol azulino foi marcado por Iury Castilho, no 1º tempo. Foi o nono gol dele nesta Série B. O Vitória ainda perdeu um pênalti, na segunda etapa, que foi defendido pelo goleiro Thiago Rodrigues.

Com este resultado, o Azulão ocupa agora a 5ª posição na tabela, com 51 pontos, mesmo número do rival CRB, mas está à frente por causa do número de vitórias. Lembrando que, no decorrer da rodada, o time azulino pode perder a posição. E o time baiano é o 18º colocado, com 33 pontos. Clique aqui para ver o Tempo Real

Leia também

O próximo compromisso azulino nesta Segundona será contra o Remo, a quem recebe no Estádio Rei Pelé, já nesta sexta-feira (5), às 17 horas. Enquanto o Rubro-Negro, no mesmo dia, visita o Avaí, na Ressacada, às 19 horas. Ambos são pela 34ª rodada.

Primeiro Tempo


				
					Na raça! Com um a menos, CSA segura o Vitória no Barradão e vence por 1 a 0
CSA conseguiu segurar o Vitória e o resultado no Barradão. Pietro Carpi/ECV

O jogo começou com o Vitória mantendo a posse de bola e não arriscava perdê-la. Rodava a pelota entre o meio e a defesa em busca de espaços, mas sem riscos para o CSA. Aos 6 minutos, a única tentativa se deu com o time baiano. Após bom trabalho de bola, Eduardo recebeu na intermediária e tentou o chute, mas o pé dele estava descalibrado e acabou mandando a bola para longe do gol de Thiago Rodrigues. As duas equipes se encaravam de igual para igual e faziam uma partida equilibrada, até esse momento.

Aos 9 minutos, em outra tentativa do Vitória, Raul Prata foi acionado na direita, cruzou, mas a bola foi muito forte e ficou com o goleiro azulino. Chegando aos 15 minutos, o CSA trocava passes na defesa para tirar o ímpeto dos mandantes. No primeiro bom momento de perigo do Azulão, aos 16 minutos, Dellatorre recebeu na entrada da área, girou para cima da marcação e mandou uma bomba, mas o goleiro Lucas Arcanjo fez uma bela defesa.

O CSA tinha dificuldades de passar do meio-campo para o ataque, por causa da marcação forte do Vitória. Aos 21 minutos, para sorte do Azulão, o Vitória não conseguiu finalizar quando Fabinho cruzou da direita, João Pedro subiu. Ele cabeceou fraco e viu Thiago Rodrigues segurar no meio do gol. Aos 24 minutos, um lance perigoso do time baiano, quando a bola veio com força, após cruzamento para a área azulina, mas Lucão tirou, livrando o perigo e mandando para escanteio.

A partida passava dos 30 minutos e estava sem emoção. Mas eis que, aos 33 minutos, veio o gol do Azulão. Após cruzamento de Everton Silva, Iury Castilho subiu sozinho, livre de marcação, e só fez mandar a pelota, de cabeça, para o fundo da rede: 1 a 0. Estava aberto o placar no Barradão. Foi o décimo gol dele na temporada e o nono nesta Segundona.

Apesar da pressão do Leão, o CSA aproveitou melhor as chances nessa primeira etapa. Teve somente duas: uma com Dellatorre, que levou muito perigo, e essa do gol de Iury Castilho. Depois que levou o gol, o Rubro-Negro se lançou ao ataque, a fim de buscar o empate. Mas só dava Azulão na reta final do 1º tempo.

Aos 42 minutos, o Vitória teve uma excelente tentativa. Após boa jogada na direita de Raul Prata, Fabinho ajeitou para Bruno, dentro da área, mas o meia isolou o chute e perdeu a oportunidade de empatar a partida.

Aos 46’, o CSA quase ampliou: após jogada de Iury Castilho, quando Dellatore chutou, a bola não chegou em Gabriel, pois o chute saiu muito fraquinho, fácil para a defesa do goleiro. O árbitro sinalizou 3 minutos de acréscimos à etapa inicial, que foi encerrada, pontualmente, aos 48 minutos, com a vitória parcial dos azulinos: 1 a 0.

Segundo Tempo


				
					Na raça! Com um a menos, CSA segura o Vitória no Barradão e vence por 1 a 0
CSA conseguiu uma importante vitória sobre os baianos. Olga Leiria/Ag. A Tarde

Na segunda etapa, o Vitória foi quem começou pressionando os azulinos, em busca do gol de empate. Mas aos 4 minutos, quem tentou foi o CSA. Renato Cajá arriscou, mandando um chutão preciso, de fora da área, mas a bola foi para fora. Aos 5 minutos, uma ducha fria para o time azulino, quando o árbitro marcou um pênalti, após Kevyn meter o braço na bola. Mas na cobrança de Roberto, aos 7 minutos, o goleiro Thiago Rodrigues pulou no lado certo e fez uma bela defesa, salvando o Azulão.

O jogo chegava aos 15 minutos e o que se via era um Vitória no desespero, tentando o gol da igualdade e a torcida rubro-negra reclamando nas arquibancadas. Enquanto o CSA se segurava e rodava a bola no meio, em busca de espaços.

Aos 16 minutos, Marco Túlio recebeu na esquerda, cortou para dentro e soltou uma bomba para a bela defesa de Lucas Arcanjo, no cantinho. O CSA insistia e, aos 18’, tentou mais uma vez. Dellatorre mandou um chutaço, mas a bola beijou a trave direita, caprichosamente.

O duelo começou a esquentar e, aos 23 minutos, Everton Silva, do CSA, acabou sendo expulso, ao acertar o rosto de Roberto com o braço, de forma desnecessária. Levou o cartão vermelho direto e foi para o chuveiro mais cedo. A essa altura, as duas equipes já vinham fazendo as suas substituições permitidas na partida.

Com um a mais em campo, o Vitória exercia pressão total sobre os azulinos, que se seguravam o quanto podiam. Aos 27 minutos, após cobrança de escanteio de Marcinho, a bola sobrou na direita, mas a defesa azulina bloqueou a finalização. Aos 31 minutos, o goleiro Thiago Rodrigues fez outra grande defesa, quando Soares mandou uma bomba da intermediária. Goleirão do CSA salvou o time mais uma vez.

O CSA estava todo fechadinho e conseguindo espaços para contra-atacar. Em uma dessas chances, aos 35 minutos, o time azulino chegou com perigo: Giva Santos foi na velocidade, livrou-se do marcador e chutou, mas a bola foi na trave e o gol perdido pelo Azulão.

Passando dos 40 minutos, a partida ficava nervosa, tanto para o CSA, que se segurava, quanto para o Vitória, que buscava o gol de empate de qualquer forma. Em uma tentativa dos baianos, Soares chutou de fora da área, mas a bola passou longe do goleiro Thiago Rodrigues.

O árbitro decretou 5 minutos de acréscimos e , aos 49', o Vitória ainda tentou: Roberto desviou o cruzamento da esquerda e a bola passou perto, assustando o goleiro Thiago Rodrigues. Sem tempo para mais nada, aos 51 minutos, o jogo foi encerrado.


				
					Na raça! Com um a menos, CSA segura o Vitória no Barradão e vence por 1 a 0
Goleiro azulino, Thiago Rodrigues fez grandes defesas e defendeu até um pênalti contra o Vitória. Olga Leiria/Ag. A Tarde

Ficha Técnica

Vitória - Lucas Arcanjo; Raul Prata, Thalisson, Wallace e Roberto; João Pedro, Fabinho (Caique Souza), Eduardo (Alisson Santos) e Bruno (Soares); David (Manoel) e Marcinho (Samuel). Técnico: Wagner Lopes.

CSA - Thiago Rodrigues; Everton Silva, Matheus Felipe, Lucão e Kevyn; Geovane, Yuri (Giva Santos) e Renato Cajá (Gabriel Tonini); Gabriel (Clayton), Iury Castilho (Marco Túlio) e Dellatorre (Wellington). Técnico: Mozart Santos.

Árbitro - Rodrigo Batista Raposo (DF).

Assistentes - Lucas Costa Modesto (DF) e Kleber Alves Ribeiro (DF).

Quarto árbitro - Moisés Ferreira Simão (BA).

VAR - Oberto da Silva Santos (PE).

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas