Com o fim da seletiva, Bruno Mota termina como artilheiro do Alagoano, com nove gols

Camisa 22 além de ter sido eleito o craque da competição, também termina no topo da artilharia

As conquistas e premiações não param de chegar para o meia Bruno Mota, do CSA. Depois de conquistar o Alagoano 2021, entrar na seleção do campeonato e ainda ter sido eleito o craque do Estadual, o atleta ainda fechou a competição com a artilharia isolada. O fato se confirmou na tarde desta quarta (26), porque Alan James, do CSE, ainda tinha uma partida para realizar e era o mais próximo.

Com nove gols em 11 partidas, o meia azulino foi artilheiro com uma certa folga, já que o segundo colocado terminou a competição com seis gols. O último, foi logo na decisão contra o CRB, quando cumpriu uma função diferente da habitual, como centroavante. Além disso, é o segundo ano seguido que um atleta do CSA ganha a artilharia. Em 2020, Rodrigo Pimpão ficou na frente, com cinco gols.

Entre as vítimas do meia de 26 anos, quem mais sofreu foi o Coruripe, que levou um hat-trick na vitória por 5 a 0 do Azulão, na 6ª rodada. Além do Hulk, CRB e CSE sofreram dois gols cada, e ASA, junto com o CEO, um gol apenas.

Agora o CSA de Bruno Mota segue a preparação para a Série B do Campeonato Brasileiro. Muito utilizado pelo técnico Bruno Pivetti, o meia deve ser titular na partida desta sexta (28), contra o Náutico, às 21h30, na Arena Pernambuco.

O CSA comemorou o fato nas redes sociais: