Com 9 atletas pendurados, CRB tem duelos decisivos e precisa suar a camisa para garantir acesso

A primeira das pedreiras que o time regatiano vai enfrentar será o Botafogo e logo após, encontra o Guarani

O CRB vai enfrentar o Botafogo nesta sexta-feira (8), às 19h, no Engenhão. O problema é que, com o empate no Clássico alagoano, o Galo não abriu vantagem alguma e conseguiu cair para a quinta colocação no campeonato, com 48 pontos.

Atualmente, o time regatiano tem confrontos complicados e decisivos nas próximas 4 rodadas. E um entrave que o time terá de solucionar são os nove jogadores pendurados, com dois cartões amarelos, e um que está suspenso, com três cartões, fazendo o jogo do técnico Allan Aal ficar menos agressivo e necessitando de foco na criação de jogadas limpas, sem faltas duras, para conquistar os pontos que faltam para retornar ao G4.

O atacante Pablo Dyego estará suspenso da partida contra o Botafogo; Diego Torres, artilheiro do time, está pendurado com dois cartões amarelos. Os dois jogadores são pilares do ataque regatiano. Estarão à disposição de Allan sem nenhum empecilho: Jajá, Nicolas Careca e Renan Bressan, que também fazem parte do corpo ofensivo do time.

Os jogadores pendurados com dois cartões são: Alexandre, Alisson, Claudinei, Diego Torres, Diogo Silva, Erik, Ewandro, Reginaldo e Brandão. E cumpre suspensão o atleta Pablo Dyego.

Após encontrar o Fogão, nesta sexta-feira, o time regatiano vai enfrentar, logo em seguida, o Guarani, que é o oitavo colocado. Logo após, o time regatiano encontra o Vila Nova, que nas últimas cinco rodadas só perdeu um jogo; e, em seguida, vai para o embate com o líder absoluto do campeonato, o Coritiba, que tem 54 pontos.

Se o CRB ganhar a próxima partida contra o Botafogo, poderá chegar a se colocar até em terceiro lugar, dependendo do resultado das outras partidas da rodada. O Galo tem uma vantagem em campo, já que o Fogão tem um retrospecto de duas derrotas nas últimas cinco partidas. Já o CRB tem uma derrota somente. A fase mais frágil do time alvinegro pode colaborar com a vitória do time alvirrubro, porém, a maior necessidade é de sair da mesmice e emplacar gols.

A barreira matemática entre os times, é que o CRB é o melhor visitante da série B, com 26 pontos em duelos fora de casa. Até o momento, foram oito vitórias, dois empates e quatro derrotas em 14 jogos. Nenhuma outra equipe foi melhor quando saiu de casa. Por outro lado, o time do Rio de Janeiro é o melhor mandante, tendo perdido apenas duas partidas em casa, incluindo a última, contra o Avaí, onde o time catarinense saiu vitorioso por 2 a 1.

O último jogo perdido pelo Galo como visitante foi contra o Guarani, em 13 de julho, pela 11ª rodada. Desde então, o time de Allan Aal venceu seis jogos fora de casa e empatou dois.