Clássico das Multidões volta a receber público após mais de 600 dias

Último clássico alagoano com presença de público aconteceu há mais de um ano e meio

Neste sábado (2), às 18h30, finalmente o torcedor alagoano - ao menos o do CRB - poderá matar as saudades de assistir a um Clássico das Multidões em pleno Estádio Rei Pelé. Com a volta do público nos estádios alagoanos, a torcida regatiana estará presente para acompanhar a partida, que terá requintes de decisão para as pretensões dos dois clubes na Série B.

O último clássico com a presença de torcedores aconteceu no dia 9 de fevereiro de 2020, ainda pela Copa do Nordeste daquela temporada. De lá para cá, somam-se 601 dias desde a última presença dos adeptos no Rei Pelé, especificamente para o clássico.

Sem torcedores, aconteceram nove clássicos, entre Copa do Nordeste, Alagoano e Série B. No retrospecto quem se deu melhor foi o Galo da Praia, mesmo que por uma vantagem mínima. Dos nove jogos, foram três vitórias do CRB, duas vitórias do CSA e quatro empates, mostrando o equilíbrio evidente no Clássico das Multidões.

São mais de 600 dias com duelos sem público - Foto: Ailton Cruz

E, no último clássico com torcida, não poderia ser diferente: mais um empate. A partida aconteceu pela Copa do Nordeste, ainda na fase classificatória. Galo e Azulão entravam em situações semelhantes, tanto, que no final da campanha, os dois clubes foram eliminados na fase de grupos.

Dentro de campo, mais equilíbrio. O empate de 1 a 1 teve gols de atletas que nem vestem mais as camisas das equipes. O volante Richard Franco, do Azulão, abriu o placar, aos 35 minutos do primeiro tempo. O jogador não se firmou no time alagoano e hoje atua com a camisa do Sol de América, do Paraguai. Já o meia Rafael Longuine, do Galo e hoje no Operário-PR, arrancou um empate, com 34 minutos da etapa final.

Alguns remanescentes daquela partida ainda vestem as camisas das equipes. Do lado regatiano Ewerton Páscoa, Claudinei, Carlos Jatobá e Erik ainda estão no atual elenco. Do lado azulino, apenas Thiago Rodrigues e Geovane ainda representam a equipe.