Chance de entrar no G4: nesta quarta, CRB recebe o Londrina pela 35ª rodada da Série B

Confronto começa às 21h30 (de Brasília), no Trapichão. Ambos precisam da vitória após decepcionarem seus torcedores na rodada passada

O CRB joga pela 35ª rodada da Série B do Brasileiro nesta quarta-feira (10). No Rei Pelé, às 21h30, o Galo recebe o Londrina, com a missão de vencer para voltar ao G4. No momento, a equipe é a 5ª colocada, com 54 pontos, e o Tuba abre a zona de rebaixamento, com 38.

Na última rodada, o Regatas perdeu para a Ponte Preta, por 1 a 0, no Moisés Lucarelli, e o adversário viu o Cruzeiro vencer pelo mesmo placar no Estádio do Café.

Este será o 14º jogo entre ambos na história. Os paranaenses têm ligeira vantagem, pois somam seis triunfos e 17 tentos contra quatro vitórias e 12 gols dos alagoanos. Contudo, além de fazer melhor campanha na temporada, o time de Allan Aal ganhou dos visitantes nas últimas duas vezes: em 2019, por 1 a 0, e no primeiro turno deste ano, por 2 a 0, no Paraná. Diego Torres, de pênalti, e Jajá fizeram no dia 18 de agosto.

Cenário

O CRB foi a Campinas, saiu com um resultado ruim e caiu uma posição na tabela. Em um jogo fraco tecnicamente e com poucas oportunidades, Léo Naldi marcou no fim do primeiro tempo o único tento do duelo. Na avaliação de Allan, os jogadores do Galo sentiram o cansaço e o adversário não fez por merecer os três pontos. "A Ponte não fez o suficiente para que a gente saísse daqui com uma derrota. Jogo muito truncado, muito jogado no meio-campo".

O CRB chegou a acertar uma bola na trave com Brandão, mas ficou devendo no geral. A última baixa longe de Maceió tinha sido para o Botafogo, na 29ª rodada. Após a derrota em Campinas, o portão do Centro de Treinamento da equipe amanheceu pichado com frases contra o time e a diretoria pedindo "raça" aos jogadores.

CRB deixou a desejar e acabou perdendo para a Macaca por 1 a 0: Léo Naldi marcou o gol da vitória - Foto: PontePress/AlvaroJr

Depois de surpreender Confiança e Remo, vencendo por 1 a 0, fora de casa, o Londrina perdeu para o Cruzeiro em confronto direto, dos desesperados, para se afastar do Z4. O goleiro César até que teve grande atuação, mas não conseguiu impedir Thiago, a favor da Raposa, que insistiu muito e balançou a rede do Tubarão no fim do segundo tempo, para a tristeza dos cerca de 5 mil torcedores dos anfitriões, presentes no Estádio do Café.

Márcio Fernandes e CIA. têm, agora, quatro partidas para evitar o pior: a queda à Série C. Além de se fechar bem na defesa, vai precisar agredir bem mais o Galo com qualidade e objetividade, e não, de maneira afobada, como vem acontecendo, razão pela qual a equipe passou em branco na sexta-feira passada. O comandante disse que visa "juntar os cacos" e "levantar o astral" dos atletas para a decisão em Maceió.

Londrina perdeu para o Cruzeiro, em casa, e frustou o torcedor: 1 a 0 - Foto: Ricardo Chiarelli/ Londrina EC

CRB

Allan Aal e Claudinei são os desfalques de peso do Galo nesta rodada. O treinador recebeu o cartão vermelho, após discutir com o árbitro da partida, Dewson Freitas, e o volante foi punido com o terceiro amarelo. Neste sentido, o auxiliar Anderson Valiñas vai comandar a equipe e Marthã deve ocupar a vaga no meio de campo.

A 3ª Comissão do STJD adiou o julgamento do zagueiro Caetano, que estava marcado para esta quarta-feira (10). O jogador foi expulso contra o Botafogo, pela 29ª rodada, em decorrência de falta dura em Rafael Navarro. Assim, vai atuar ao lado de Gum, Guilherme Romão e Reginaldo, nas laterais.

Caetano vai ser julgado por expulsão contra Botafogo nesta quarta - Foto: Reprodução/SporTV

No campo de ataque, Emerson Negueba não foi bem em Campinas, e a tendência é que Pablo Dyego comece jogando, ao lado de Nicolas Careca e Jajá. De certo, Diego Torres, o "cérebro" do Regatas, vai compor o setor de criação, com o apoio de Jean Patrick, roubando a bola, ou Wesley, distribuindo as jogadas.

Em suma, o CRB deve ir a campo com: Diogo Silva; Reginaldo, Gum, Caetano e Guilherme Romão; Claudinei, Jean Patrick e Diego Torres; Pablo Dyego (Emerson Negueba), Jajá e Nicolas Careca.

Londrina

Márcio Fernandes não terá o atacante Zeca, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O jogador vive bom momento no Londrina e marcou dois gols nos dois últimos jogos do time. No seu lugar, Salatiel é o reserva imediato, mas o treinador pode optar por Marcelinho e Caprini pelos lados e Roberto, no centro. Já o lateral direito Elácio Córdoba e o zagueiro Augusto são dúvidas.

O primeiro passou mal minutos antes do jogo contra o Cruzeiro, porém, tudo indica que comece entre os titulares. Caso contrário, Matheus Bianqui é o concorrente direto no setor. Por sua vez, Augusto chegou a enfrentar a Raposa, mas sentiu o músculo posterior da coxa direita no primeiro tempo e teve que ser substituído. Saimon e Lucas Costa são as opções na posição.

Augusto defalcou o Tubarão contra o Cruzeiro, mas a tendência é que retorne à zaga - Foto: Gustavo Oliveira/Londrina EC/Arquivo

Embora o momento seja de desespero, Marcio Fernandes esqueceu a derrota para a Raposa e pregou discurso otimista para esta partida: "A gente vai para Alagoas sabendo que temos condições, mesmo jogando fora de casa, contra o CRB, de conseguir o resultado".

Um provável Londrina tem: César; Elácio Córdoba (Matheus Bianqui), Marcondes, Saimon (Augusto) e Eltinho; João Paulo, Jhonny Lucas e Marcelo Freitas; Caprini, Salatiel (Marcelinho) e Roberto.

Arbitragem

O jogo será comandado por Sávio Pereira Sampaio (CBF-DF). Ele terá o auxílio dos assistentes Daniel Henrique da Silva Andrade (CBF-DF) e José Reinaldo Nascimento Junior (CBF-DF), do quarto árbitro Marcio dos Santos (CBF-AL) e do árbitro de vídeo Jean Pierre Gonçalves Lima (CBF-RS). Marcelo Rogério (CBF-SP) vai observar o VAR.