Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

Castán vê CSA focado, mas ameniza cobrança: 'pressão era quando estávamos mal'

Capitão do Azulão falou sobre confronto direto contra o Avaí na luta pelo acesso; partida contra os catarinenses será no sábado, às 16h30, em Maceió

O CSA conquistou um ponto nas duas últimas partidas e contou com a sorte para continuar no G-4 da Série B. Agora, o Azulão se prepara para receber o Avaí neste sábado (16), às 16h30, e tentar conquistar mais três pontos no Rei Pelé, que ajudarão o time marujo na luta pelo acesso.

Mesmo vindo de dois resultados ruins, onde a equipe não conseguiu sequer balançar as redes, o capitão azulino Luciano Castán não considera a situação dos últimos dias como passível de cobranças exageradas. O zagueiro, ainda, comparou o momento atual com o do começo da competição, quando a equipe lutava na parte de baixo da tabela.

Leia também

"Não vejo como uma pressão. Se for titular como uma pressão, eu vejo como uma pressão boa, já que estamos brigando lá em cima. Pressão era no início do campeonato, quando estávamos mal, numa situação complicada. Hoje estamos vivendo o que nós queríamos [brigar pelo acesso]", explicou o defensor em entrevista coletiva.

Na sétima posição, com 48 pontos somados até aqui, o Avaí segue sonhando, também, com o acesso para a elite do futebol brasileiro. Castán deu a receita para vencer os catarinenses no confronto direto e destacou a união do elenco azulino.

"O que a gente se cobrou foi fazer aquilo que nos trouxe até aqui durante todo o campeonato depois da chegada do Mozart. É ajudar o companheiro dentro de campo, cada um se dedicar ao máximo e cumprir a sua função dentro de campo que os gols vão voltar. Nosso grupo está bastante focado e fechado para que a gente vença esse jogo e continue dentro do G-4", salientou o líder alviceleste.

100 jogos pelo Azulão

Na última partida, Luciano Castán completou 100 jogos com a camisa azulina. O capitão marujo falou sobre a conquista e destacou a permanência no G-4 até o fim da Série B como a cereja do bolo.

"É uma marca bastante expressiva. Muitos jogadores passaram por aqui nesses dois anos e eu estar aqui, defendendo essa camisa, é um motivo de muita alegria para mim. Seria muito especial terminar essa temporada com o acesso", declarou o zagueiro.

A centésima primeira aparição de Castán pelo time do Mutange será no  duelo frente o Avaí em Maceió, válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro da Segunda Divisão.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas