Avaí venceu o Sampaio no 1º turno; chance de CRB ou CSA subir é real, mas improvável

Tendência é que o time de Claudinei Oliveira conquiste a última a vaga para a Série A. Na melhor das hipóteses, apenas um alagoano ficará feliz no fim do torneio

CSA e CRB brigam entre si e contra o Avaí pelo 4º lugar da Série B do Brasileiro 2021. O Leão da Ilha é 4º colocado, com 61 pontos, e o Galo e o Azulão veem logo abaixo, com 60 e 59 pontos, mutuamente. Neste domingo (28), todos entram em campo, às 16h, pela última partida da competição - a 38ª rodada. Isso já está sabido há vários dias e, embora haja esperança por parte da torcida local, a situação de ambos é delicada.

Apenas recapitulando: para se classificar, o Regatas precisa vencer o Operário-PR, fora, e torcer por pelo menos um empate do Time da Raça contra o Sampaio Corrêa, na Ressacada. Por sua vez, o Azulão está no seguinte cenário: por um lado, precisa ganhar do GE Brasil, em Maceió, confronto, a princípio, mais fácil, uma vez que o adversário já está rebaixado; por outro, torce por empate do rival e também por uma baixa dos catarinenses.

Agora, mesmo o futebol sendo "uma caixinha de surpresas", como dizem, no sentido de que resultados inesperados podem acontecer, considerando o que Sampaio Corrêa e o Avaí fizeram no campeonato, até então, em termos de desempenho, vitórias, gols fora de casa, e, pontuação, o horizonte dos clubes alagoanos não é muito animador.

Em outras palavras, em 37 jogos disputados, o Avaí soma 17 vitórias, 10 empates e 10 derrotas, o que corresponde a 55% de aproveitamento dentro das quatro linhas, com 42 gols anotados e 34 sofridos. No que lhe toca, o Bolívia Querida é 12º colocado, com 47 tentos, obteve 12 trunfos, mais 11 empates e 14 derrotas; são 42.3% de rendimento.

Além dessa vantagem notável, o time comandado pelo treinador Claudinei Oliveira venceu o Sampaio no primeiro turno: 2 a 0. Em agosto, ambos duelaram no Estádio Castelão, em São Luiz-MA, e Copete, no primeiro tempo, e Lourenço, no segundo, garantiram os três pontos.

Não se trata de ser pessimista, senão realista. Tanto o CRB quanto o CSA desperdiçaram muitos pontos em casa que, se conquistados, ajudariam muito os dois na competição. Para os otimistas, uma das equipes alagoanas sairá de campo feliz da vida, comemorando o acesso. Será o CRB ou o CSA? Resta esperar. Para afagar os corações do 12º jogador, no derradeiro compromisso, ambos venceram Vitória e Coritiba, nessa ordem, e veem motivados.