Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

Assis completa 30 anos de amor e dedicação ao CRB

Foi no dia 25 de agosto de 1989 que o massagista do Galo começou a sua trajetória no clube regatiano, com amor, fé, promessas e 'causos' engraçados

Francisco de Assis Rodrigues Miranda, 59 anos, ou simplesmente Assis, como é conhecido no futebol, completa, neste domingo (25), incríveis 30 anos de dedicação e amor ao CRB. Foi no dia 25 de agosto de 1989 que o massagista do Galo começou a sua trajetória no clube regatiano.

Natural de Campina Grande-PB, com rápidas passagens por CSE e São Domingos, Assis chegou ao Galo e começou a construir uma história rica e repleta de exemplos de dedicação em prol das cores vermelho e branco. Nessas três décadas, ele viveu alegrias, tristezas e se tornou um símbolo da torcida regatiana.

Leia também

Emocionado pela passagem dos 30 anos no clube do coração, Assis não consegue explicar direto o que significa o CRB em sua vida. "É um sentimento muito forte, que faz parte da minha vida de uma forma tão intensa que não consigo explicar com palavras. Não sei o que seria da minha vida sem o CRB. E o amor que tenho por este clube transcende tudo que você imaginar. Agradeço muito a Deus por me permitir viver 30 anos de um amor tão lindo com o clube e com a torcida regatiana", disse o massagista, ao site oficial do Galo.

Feliz por completar uma marca tão importante, ele fica ainda mais feliz em ver o quanto o CRB evoluiu neste tempo. "Rapaz, nesses 30 anos passamos por muitos momentos difíceis. De meses de salários atrasados a não ter nada da dispensa do clube. Hoje é tudo rigorosamente em dia e temos um CT maravilhoso para trabalhar, eu toda vez que vejo o que temos hoje me emociono muito", declarou.

Ele lembrou que o presidente do CRB, Marcos Barbosa, pegou o Regatas quase falido, mas que hoje a situação é bastante diferente: "Ele transformou o clube em um lugar onde todos querem trabalhar. Isso dá muito orgulho".

"Causos"


				
					Assis completa 30 anos de amor e dedicação ao CRB
FOTO: Gustavo Henrique/Ascom CRB

Todo torcedor regatiano sabe bem: ver Assis à boca do túnel significa que o CRB vai entrar em campo. Ele aparecia no campo, em uma época onde só a torcida rival ficava nas grandes arquibancadas, não temia, olhava para os regatianos, mesmo de longe, e erguia os braços dizendo: "Lá vem o Galo!". E a massa vermelha e branca ia junto e vibrava para receber o time.

E como 30 anos não são 30 dias, Assis é dono de histórias engraçadas que fazem dele um personagem único no futebol brasileiro. Uma delas aconteceu em 1995, quando o Galo enfrentava o Remo pela Série B em Belém-PA. Pressão dos paraenses no Baenão, foi então que Assis tirou da cartola fingiu ser sudo e mudo para entrar em campo várias vezes a fim de paralisar a partida, fingindo que não escutava o apito do árbitro. "Como eu fui xingado naquele dia, mas valeu a pena, conseguimos o empate", recorda o velho e querido massagista do time regatiano.

Em outro "causo", durante uma partida válida pela semifinal do Alagoano, contra o Coruripe, o CRB vencia por 2 a 1 e o jogo estava nos minutos finais. Vendo o Galo ser pressionado e já tendo entrado em campo várias vezes, Assis entrou em campo e caiu intencionalmente, fingido ter quebrado o braço. "Saí aplaudido de campo e o melhor, ganhamos o jogo", orgulha-se.

Para o volante Ferrugem, além de ser um grande profissional, o carisma que Assis possui faz com que o ambiente de trabalho seja o melhor possível. "É muita resenha o tempo todo. Tem que ficar atento, senão ele te prega uma peça. Um grande ser humano e que merece atingir uma marca fantástica dessa", afirma.

Marcos Barbosa também fez questão de enaltecer a importância de ter um profissional deste nível no clube. "Conhece o CRB como poucos e é um exemplo para os mais novos. É fundamental ter no nosso dia a dia uma pessoa que conhece o peso da nossa camisa", observa.

Fé e promessas


				
					Assis completa 30 anos de amor e dedicação ao CRB
FOTO: Ailton Cruz

Outra característica marcante de Assis é sua fé. Sempre que o CRB alcança uma conquista importante, ele está pronto para pagar uma promessa que fez. Segundo ele, é emocionante ver que o torcedor fica perguntando qual a promessa feita antes de cada competição. "Nós não seríamos nada sem a nossa fé. Então, cada vez que somos abençoados eu pago com alegria a promessa feita", garante.

Questionado se tem promessa feita para o fim deste ano, Assis revela que sim, mas mantém segredo e não diz qual é essa promessa. "Se Deus nos presentear com algo grande este ano, com certeza pagarei a promessa que fiz", afirma.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas