ASA estreia com empate sem gols contra o Jaciobá no Alagoano 2021

No Estádio Coaracy da Mata Fonseca, ASA e Jaciobá protagonizaram um jogo movimentado, mas que terminou empatado em 0 a 0

Bicampeão da Copa Alagoas, o time do ASA estreou com um empate sem gols com o Jaciobá, por 0 a 0, em partida válida pela primeira rodada do Campeonato Alagoano, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca, neste domingo (21). Dentro do campo, os dois clubes entregaram tudo de si, contudo, o jogo terminou sem gols.

A próxima

O Jaciobá volta a jogar na próxima quarta-feira (24) pelo Estadual. Recebe o CSA, às 20h. O local da partida será definido pela Federação Alagoana de Futebol (FAF) ao longo da semana. Já o Alvinegro, viaja até Maceió para encarar o CRB, líder do campeonato, também às 20h, no Estádio Rei Pelé.

Primeiro Tempo

Sob um sol escaldante de 32°graus, foi o Jaciobá quem começou tomando iniciativa na partida. Logo aos 4 minutos, num cochilo da defesa alvinegra, Igor ficou com a posse de bola, tocou para Josy, que cara a cara com o goleiro Dida, desperdiçou uma oportunidade incrível.

O Alvinegro logo respondeu. Aos 9’, Jonas disparou pelo setor direito do campo e encontrou Ciel. O atacante até conseguiu a finalização, mas a bola acabou resvalando na defesa do Azulão do Sertão, passando muito perto da meta protegida pelo goleiro Fernando. Preocupado com a subida do lateral Jonas, o técnico Alisson Dantas orientou seus jogadores a capricharem mais na cobertura defensiva.

Desde o primeiro minuto, o jogo mostrava que seria muito equilibrado e bastante disputado. As equipes buscavam a todo momento o gol, o time do Jaciobá com uma marcação mais avançada e com boas movimentações no setor ofensivo, estava mais próximo do gol.

Aos 13’, Igor saiu em velocidade pelo lado direito e ficou cara a cara com o goleiro Dida que, mais uma vez, salvou o Alvinegro. O Azulão insistia. Aos 24’, em cobrança de falta, Josy arriscou um balaço que passou à esquerda do goleiro Dida. Quase o Jaciobá abria o placar!

Durante a parada técnica, vendo que o Jaciobá crescia cada vez mais na partida, o treinador Lorival exigiu mais iniciativa individual das estrelas do Alvinegro. Seguindo o conselho do comandante, o ASA enfim respondeu à altura. Aos 31’, Echeverria recebeu passe de Ciel e arriscou uma batida colocada, carimbando a trave direita do goleiro Fernando. No rebote, Erivan acabou isolando.

Já no finalzinho do primeiro tempo, o Jaciobá voltou a levar perigo. Aos 44’, Igor tabelou com Michel e cruzou para Tata que, com a perna esquerda, desperdiçou mais uma oportunidade. Desta forma, os times foram para o intervalo com o placar empatado: 0 a 0.

Após o embate eletrizantre pela Copa Alagoas, ASA e Jaciobá voltaram a se encontrar neste domingo - Foto: Ascom/ASA

Etapa complementar

A segunda etapa não começou com um futebol de alto nível. As duas equipes abusavam dos erros de finalização. A entrada de Johnnattan, a pedido do técnico Lorival Santos, não modificou a falta de inspiração do Alvinegro até aquele momento.

O primeiro lance de perigo só foi ocorrer aos 21 minutos. Em cobrança de tiro de canto, Echeverria colocou a bola na grande área e, num bate cabeça da defesa do Azulão, o goleiro Fernando, atento, conseguiu fazer a defesa num lance de muito perigo.

A situação vista no primeiro tempo permaneceu ao longo do segundo tempo. As duas equipes seguiam, de toda a forma, na busca do gol. Tentando modificar o perfil tático do Jaciobá, o técnico Alisson Dantas visando a ter mais velocidade e mobilidade ofensiva, mandou Alex Sandes a campo. Aos 35’, em cobrança de falta, Igor subiu mais alto que todo mundo e, de cabeça, mandou a bola à direita da meta do goleiro Dida. Quase o Jaciobá abria o placar!

O segundo tempo transcorreu sem grandes emoções e o jogo se encaminhava para o seu final. Aos 48’, o árbitro Francisco Carlos do Nascimento assinalava fim de jogo em Arapiraca: 0 a 0.

Alvinegro fez jogo equilibrado com o Azulão do Sertão - Foto: Ascom/ASA

Ficha Técnica:

ASA – Dida; Marcelo, Martony, Jonas e Aquiraz; Marco Antônio (Johnnattan), Gabriel, Dinda e Echeverria (Léo); Erivan (Edson Kapa) e Ciel (Joanderson).

Técnico: Lorival Santos.

Jaciobá – Fernando; Aldonys, Willames, Lenu e Michel; Emerson, Marcelo, Ramon e Igor; Tata e Josy (Alex Sandes).

Técnico: Alisson Dantas.

Árbitro – Francisco Carlos do Nascimento

Assistentes – Ana Paula dos Santos e Widcir Santana de Oliveira

Quarto Árbitro – Eder Gregori Viana.

Analista de campo – José Elias Santos Filho.