Árbitro Denis Ribeiro Serafim apita a segunda partida da final do Campeonato Alagoano

Esdras Mariano de Lima e Brígida Cirilo Ferreira serão os assistentes

O árbitro Denis da Silva Ribeiro Serafim vai comandar a segunda partida da decisão do Estadual. De acordo com a audiência pública realizada nesta quinta-feira (20) no Hall da Fama do Estádio Rei Pelé, os assistentes serão Esdras Mariano de Lima e Brígida Cirilo Ferreira. Jonata de Souza Gouveia e Charles Hebert C. Ferreira, serão o quarto e o quinto árbitros, respectivamente.

O empate do primeiro jogo da final do Estadual foi o resultado mais repetido de 2018 pra cá. Foram seis placares de 0 a 0. Mais um empate na finalíssima do próximo sábado, às 16h45, leva a decisão do Alagoano 2021 para os pênaltis.

Além da final do Campeonato Alagoano, os rivais vão ainda se enfrentar neste ano pela Série B. Os clássicos no Brasileiro vão ser disputados em 2 de julho (já confirmado) e 2 de outubro (a confirmar).

Curiosidade

Em 2020, CSA e CRB também decidiram o título Estadual. E uma curiosidade chamou a atenção para a arbitragem: após 18 anos, um juiz alagoano teve a responsabilidade de comandar a decisão entre os rivais. Antes, os dirigentes dos clubes costumavam exigir arbitragem de fora. Agora, em 2021, a história se repete.

Perfil

Dênis tem 35 anos e nasceu em Maceió. Como árbitro, ele atua desde 2010 pela Federação Alagoana e, em 2015, entrou para o quadro da CBF.

Em ascensão na carreira, o árbitro apitou recentemente a semifinal da Copa do Nordeste entre Fortaleza e Bahia. Foi bem e se credenciou para a decisão.

Serafim também apitou nesta temporada dois jogos da Copa do Brasil: Treze 1 x 0 Botafogo e Boavista 3 x 1 Goiás.

VAR

A federação conversou com os clubes sobre árbitro de vídeo (VAR), mas os dirigentes não aprovaram a ideia.

Seletiva da Copa do Brasil

Já no domingo (22), pelo confronto de ida da seletiva da Copa do Brasil, CSE e ASA medem forças a partir das 16h, no Estádio Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios. Jose Ricardo Laranjeira comanda a partida. Ele será auxiliado por Antonio Ibiapina Alvarenga e Francisco Raimundo Freitas Jr. O quarto árbitro será Eder Gregori Viana. José Elias Santos Filho será o analista de campo.

Assim como na final, não há vantagem de resultados iguais para nenhuma das equipes. Por isso, em caso de empate na soma dos placares, iremos para as penalidades máximas.