Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

Após vitória no clássico, Mozart afirma que CSA teve a melhor atuação da temporada

Com triunfo no primeiro clássico de 2022, treinador azulino exaltou jogadores mesmo com pouco tempo para treinar

O primeiro Clássico das Multidões de 2022 teve de tudo: confusão, gol e festa dos vencedores. Quem também vibrou muito com esse triunfo foi o técnico Mozart, que retornou a beira do gramado na tarde deste sábado (5). Com a mudança de estratégia, o treinador foi determinante no placar de 1 a 0 que colocou o CSA na liderança do Campeonato Alagoano.

O professor afirmou que ficou muito satisfeito com o resultado. Ele explicou que, apesar de ter vencido outras partidas, o CSA ainda não havia convencido, mas, segundo Mozart, a vitória sobre o rival sacramentou a melhor atuação azulina. .

Leia também

"Estou muito satisfeito com o resultado, mas muito mais com nossa atuação. Na minha opinião, foi nossa melhor atuação até agora, principalmente uma atuação [boa] por praticamente 90% do jogo. Até esse momento nós tivemos lampejos de boas atuações, mas lampejo é muito pouco", disse o treinador, acrescentando que o"importante é vencer e evoluir".

Além disso, o técnico teve que modificar sua defesa, que começou com Werley e Wellington, até então, ainda estreantes com a camisa azulina. Mesmo com a modificação na zaga, o CSA chegou ao terceiro jogo seguido sem tomar gol, fato esse que foi exaltado por Mozart.

"Exaltar a atuação desses jogadores [de defesa] é importante. Algumas estreias, que acabaram sendo obrigatórias diante da necessidade. O ideal era que tivessem estreado antes do clássico. Mas foram muitos sólidos, ou seja, a equipe como um todo foi muito bem. Tenho que exaltar o que esses jogadores fizeram", elogiou.


				
					Após vitória no clássico, Mozart afirma que CSA teve a melhor atuação da temporada
Defesa azulina passou ilesa no Clássico das Multidões. Ailton Cruz

Apesar disso, o técnico ainda revelou algumas de suas estratégias para surpreender o CRB no confronto deste sábado (5). Com o rival completamente fechado, sem deixar escapar nenhuma dica, Mozart priorizou a preparação para os estreantes, além de ter mudado um pouco o estilo de jogo.

"Nossa preparação começou na terça-feira, fomos adaptando até as estreias que nos íamos fazer. Nós mudamos um pouco o jeito de jogar: normalmente a gente joga no 4-3-3, mas mudamos para o 3-4-3. Marqueo com uma linha de cinco, porque o Anselmo é um cara que sustenta muito bem", revelou Mozart.

O técnico azulino iniciou a partida com uma postura bem ofensiva, tanto que conseguiu marcar o gol da vitória logo aos seis minutos do primeiro tempo.

O comandante ainda fez questão de elogiar o CRB, enaltecendo a grandeza no clássico, especialmente nos últimos anos. Mozart ainda ressaltou a importância da vitória, mesmo que não tenha mudado muito a tabela do Campeonato Alagoano.

"É um clássico que não decide nada em termos de classificação, mas para nós significa muito, porque vencer um clássico é sempre importante. Hoje o CSA e CRB fizeram um clássico de um nível importante“, conclui o técnico azulino.


				
					Após vitória no clássico, Mozart afirma que CSA teve a melhor atuação da temporada
Azulão prepara-se para a sequência da temporada. Ailton Cruz

O técnico ainda foi sincero ao comentar sobre possíveis perdas para os próximos duelos da temporada. Alguns jogadores foram substituídos por apresentarem desgaste. Vale lembrar que esse foi o quinto confronto do Azulão no período de 17 dias. Mozart aproveitou o fato para comentar sobre o calendário do futebol brasileiro que sempre é alvo de polêmicas.

"Nosso calendário é difícil, mas é uma realidade. Eu tive a oportunidade de jogar dois anos fora do país, onde uma pré-temporada dura 30, 40 dias. Nós temos 12 dias pra treinar, remontar uma equipe, iniciar, jogar e ter jogos atrás de jogo e ser cobrado por resultados. Infelizmente, os veículos de imprensa dão pouca ênfase a isso. Mas é importante falar que em 12 dias você não faz nada. É muito difícil você construir alguma ideia em um período tão curto de tempo", completou.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas