Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

Após reunião no Rio de Janeiro, CRB e CSA podem se juntar à Libra

Reunião realizada no Rio de Janeiro debateu sobre a divisão financeira para que alguns clubes entrem na Libra

As negociações entre a Libra e os clubes emergentes parecem estar perto de um final feliz. Nesta segunda-feira (16), uma reunião realizada no Rio de Janeiro, contou com a presença de 25 representantes de clubes das Séries A e B do Brasileirão. Inclusive, CRB e CSA também foram ao debate.

A principal pauta se referia à divisão de cotas, que era o principal impasse entre os clubes fundadores da Libra e os clubes emergentes, que aderiram ao grupo Forte Futebol. Contudo, a reunião parece que deu um novo ânimo e abriu margens para uma união dos grupos, já que os 25 representantes, concordaram em uma divisão de cotas.

Leia também

O próximo passo deve ser conversar com clubes que já fazem parte, efetivamente, da Libra. Estes são: Flamengo, Ponte Preta, Santos, Cruzeiro, São Paulo, Vasco, Red Bull Bragatino, Corinthians, Botafogo e Palmeiras.

Em um primeiro momento, os clubes que não estavam na Libra gostariam de uma divisão de valores da seguinte forma: 50% (para todos), 25% (por desempenho) e 25% (pelo comercial e engajamento). Contudo, após a reunião, ficou decidida uma proposta de divisão em: 45%, 30% e 25%, respectivamente.

Estiveram nesta reunião os seguintes clubes: América-MG, Atlético-GO, Avaí, Ceará, Athletico-PR, Atlético-MG, Coritiba, Cuiabá, Juventude, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Internacional, Chapecoense, Brusque, CSA, CRB, Náutico, Criciúma, Guarani, Londrina, Operário, Sampaio Corrêa, Sport e Vila Nova. O Grêmio não enviou representante, por conta do jogo desta noite contra o Ituano, pela Série B, mas solicitou os dados da reunião para definir seu posicionamento.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X