Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

Após longa negociação, CSA regulariza lateral esquerdo Kevyn

Defensor passou por longa batalha jurídica com o Náutico antes assinar com o Azulão; jogador foi registrado no Boletim Informativo Diário da CBF nesta quarta (2)

A novela desgastante, que teve o seu desenrolar final no meio dessa semana, chegou ao seu último e mais decisivo capítulo. Após uma longa negociação, que teve uma participação decisiva da justiça, o lateral esquerdo Kevyn teve seu nome registrado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF como jogador do CSA nesta quarta (2).

Com o vínculo estabelecido até o dia 30 de novembro, o defensor já está apto para entrar em campo com a camisa azulina na partida contra o Sampaio Corrêa no próximo sábado (5).

Leia também


				
					Após longa negociação, CSA regulariza lateral esquerdo Kevyn
Kevyn foi regularizado nesta quarta (2). Reprodução/BID

O lateral chega para dar mais opção a Bruno Pivetti na ala esquerda, onde se junta a Vitor Costa e Patrick Brey na luta pela titularidade. Por conta do imbróglio jurídico com o Náutico, o jogador ainda não atuou na temporada de 2021 e entrou em campo pela última vez justamente contra o time marujo, no fim de janeiro, pela última rodada da Série B.

Em negociação desde a pré-temporada, Kevyn encarou uma longa batalha jurídica contra o Náutico antes de assinar com o Azulão. Ele entrou com uma ação contra o clube pernambucano, alegando falta de pagamento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) desde 2018, ano de sua primeira passagem pela equipe.

O defensor já havia conquistado o desvínculo do Náutico em março, mas a liminar foi impugnada e ele foi reincorporado ao plantel alvirrubro. Agora, além da rescisão de contrato, Kevyn conseguiu, na justiça, o pagamento de R$ 70.050,68 por parte do clube capibaribe.

Antes de chegar ao Azulão, o lateral esquerdo de 23 anos também jogou por Salgueiro-PE e Resende-RJ. O ala é cria do clube pernambucano e atuou profissionalmente pela primeira vez em 2017. Desde então, o jogador nunca havia se transferido em definitivo para outro clube e só defendeu outras camisas sob contrato de empréstimo.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X