Após apenas quatro partidas, Patrick Brey tem rescisão com o CSA publicada no BID

Lateral não teve muitas oportunidades e deixa o Azulão com passagem discreta

Uma barca parece começar a encher no CSA. Após o meia Ítalo deixar o Azulão e voltar ao Confiança, foi a vez de Patrick Brey fazer as malas e ir embora de Maceió. Na tarde desta segunda-feira (28), o nome do lateral apareceu no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF com a rescisão contratual com o CSA.

O jogador havia sido anunciado no começo de abril, porém, não conseguiu se firmar entre os titulares de Bruno Pivetti. Lembrando que na época que Brey foi anunciado, o técnico do CSA ainda era Mozart, hoje no Cruzeiro, antigo clube de Patrick Brey.

Pelo Azulão foram apenas quatro partidas, três no Alagoano e uma na Série B. O jogador foi titular apenas em dois jogos: na derrota para o CSE, por 2 a 0, no Estadual, e na ida da semifinal, contra o mesmo CSE. Nas outras partidas, sempre entrou no segundo tempo, contra o CRB, na primeira fase do Alagoano, e em sua última partida, na derrota para o Náutico, ainda na primeira rodada da Série B.

A situação vai de encontro após pequenas confusões nos bastidores do CSA. Após a saída de Rodrigo Pastana, que trouxe Brey, Raimundo Tavares assumiu, porém, só durou dez dias no cargo. Nesse período, alguns nomes foram especulados para deixar o Azulão do Mutange.

Mesmo com a lateral azulina sendo um dos problemas na temporada, Patrick Brey não se firmou e deve procurar um novo clube em breve. O CSA segue sua vida, se preparando para a 8ª rodada da Série B. O time alagoano encara a Ponte Preta nesta quarta (30).