Imagem
Menu lateral
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3

Imagem
Menu lateral Busca interna do GazetaWeb
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
X
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

Anselmo Ramon diz que estilo de jogo do CRB mudou com a chegada de Marcelo Cabo

O atleta de 33 anos fez quatro jogos defendendo a camisa do Clube de Regatas e emplacou duas vezes

O CRB enfrentou o CSA no último domingo (13) e abriu o placar com Anselmo Ramon, que fez o segundo gol dele com a camisa regatiana. Nessa terça-feira (15) o centroavante do CRB concedeu uma entrevista coletiva para falar sobre o momento que a equipe alvirrubra vive e comentar sobre os projetos futuros, principalmente agora com a chegada de Marcelo Cabo na liderança técnica do clube.

Sobre justamente a chegada de Cabo ao time, Anselmo disse:

Leia também

“Nesse último clássico, que foi a estreia do Marcelo (Cabo) no comando, jogamos de uma forma diferente, um esquema diferente do que o professor Allan (Aal) vinha fazendo no ano passado, e, creio eu, que surtiu efeito, sim. A gente poderia fazer um bom jogo contra o CSA, infelizmente a vitória não veio, por detalhes. A gente sabe que clássico é assim, nos detalhes, mas é continuar trabalhando, para que isso venha melhorar cada dia mais e a gente possa, nós atletas, entender rapidamente o que o professor Marcelo quer”.

Anselmo chegou ao CRB no início da temporada com título de grande contratação. O atleta de 33 anos fez quatro partidas com a camisa do Galo e emplacou dois gols até o momento. A forma física é o principal ponto levantado por ele, quando a questão é marcar e conquistar títulos junto ao elenco regatiano.

Anselmo falou também sobre o desempenho da equipe no último Clássico das Multidões, quando o Galo fez um primeiro tempo bom, com ótimas chances, inclusive marcando o segundo gol dele. Porém, no segundo tempo, prevaleceu o CSA, por terem menos casos de Covid-19 no elenco. A respeito do caso, Ramon disse:

“Claro que não é normal né, mas acontece, às vezes (perder desempenho físico na etapa complementar), e tem que lembrar também que teve alguns atletas que estavam com Covid e hoje ainda não estão 100% fisicamente né e agora é focar nessa parte física, para que que o mais rápido possível a gente possa estar 100% e podendo vencer os jogos".

Quando perguntado sobre como um centroavante consegue participar das jogadas, mesmo muitas vezes isolado da partida, por estar posicionado no campo de ataque, Ramon comentou sobre o estilo de jogo que ele se sente mais confortável e o que ele pretende fazer para colaborar para aumentar a cadência de criações de jogadas convertidas em gols:

“É verdade, pode passar algum tempo sem você tá participando da partida (o centroavante), mas eu, Anselmo, não costumo ficar muito dentro da área, parado dentro da área, esperando a bola chegar, porque eu gosto de estar participando do jogo, então eu procuro me movimentar ali para que as oportunidades possam estar aparecendo várias vezes, não só uma ou duas, três oportunidades por jogo, então é dessa forma que eu procuro me posicionar, movimentando para criar as oportunidades e as linhas de passes para facilitar para os meus companheiros".

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na Google Play Aplicativo na App Store
Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas

X