Afundado na zona do rebaixamento, CSA tenta reação contra o Vasco, no Rei Pelé

Enquanto Azulão tenta ganhar sobrevida na briga contra a degola, Gigante da Colina quer encostar no líder

Nesta quinta-feira (18), o CSA vai ter mais um desafio gigante pela frente. Na tentativa de escapar da zona do rebaixamento, o Azulão enfrenta o Vasco pela 25ª rodada da Série B do Brasileiro. O confronto, que acontece no Estádio Rei Pelé, em Maceió, às 20 horas, marca a estreia do técnico azulino, Roberto Fernandes, à beira do gramado. Porém, coloca frente a frente duas equipes em fases bem distintas no campeonato.

Panorama

O otimismo pela estreia de Roberto Fernandes não apaga o incômodo do torcedor azulino. Na última rodada, o resultado contra o Sport deu um choque de realidade daqueles. A derrota por 4 a 0, somada à vitória do Guarani sobre o Náutico, empurrou o time marujo para o 18º lugar da Segundona, com 23 pontos. Nesse caso, a saída da zona perigosa é cada vez mais complicada, especialmente se não vencer.

A última vitória azulina na Série B aconteceu contra o Brusque, no Trapichão - Foto: Ailton Cruz

Já o Vasco está em paz com sua torcida, entretanto, segue focado na sua briga pelo acesso, que parece próximo. O clube carioca é o 4º colocado da Série B, com 42 pontos, sete acima do atual quinto colocado, que já jogou na rodada. Uma vitória no Trapichão pode aumentar essa distância, além de devolver a vice-liderança para os vascaínos.

CSA

Incomum, mas finalmente a semana não começou com notícias ruins. No último dia da janela de transferências, o CSA conseguiu fechar e anunciar as contratações do zagueiro Guilherme Paraíba (ex-Retrô) e do volante Rickson (ex-Atlético-GO). Ambos estão regularizados e já podem estrear com a camisa azulina, todavia, devem começar no banco. Outra novidade é que o técnico Roberto Fernandes estará no banco de reservas. O Azulão obteve um efeito suspensivo que liberou o treinador para trabalhar.

Porém, nem tudo são flores e Roberto Fernandes tem muito trabalho para dar uma resposta diferente, ou até mesmo operar um milagre, especialmente após a derrota por 4 a 0 contra o Sport. A proposta com três zagueiros não funcionou, então, a estratégia deve ser alterada para encarar o Vasco. A formação com dois zagueiros e três atacantes deve retornar.

Finalmente o técnico Roberto Fernandes terá a oportunidade de estrear no Azulão - Foto: Morgana Oliveira

Com isso, a escalação tem muitas dúvidas. Contudo, o técnico tem os retornos do goleiro Marcelo Carné e do volante Geovane, após cumprirem suspensão. Quem está fora é o meia Lourenço, expulso contra o Sport. Desta forma, Gabriel pode ser adiantado, para jogar atrás do atacante. Rodrigo Rodrigues segue pedindo passagem, mas a titularidade deve seguir com Élton.

Ferreira foi um dos poucos que agradou na última derrota. O atacante Rogério deve ganhar sua primeira chance como titular. A escalação azulina deve ter: Marcelo Carné; Igor (Édson), Werley, Lucão e Diego Renan; Geovane, Ferreira (Canteros) e Gabriel; Rogério, Lucas Barcelos (Osvaldo) e Élton (Rodrigo Rodrigues).

VASCO

O Cruzmaltino vem de uma bela vitória por 3 a 1 sobre o Tombense, que deu novos ânimos ao torcedor. Esse, que esteve um pouco incomodado com o valor dos ingressos cobrados pelo CSA. Tanto que a própria diretoria do Gigante da Colina entrou com um requerimento, junto à CBF, pedindo uma redução no valor do bilhete para os visitantes.

Em campo, o clube cruzmaltino tem alguns problemas. Promessa da base, Marlon Gomes sentiu um desconforto na última partida e nem viajou com a delegação. Já o zagueiro titular Quinteros está suspenso e deve ser substituído pelo jovem Danilo Boza. Uma grande dúvida deve ser no ataque. Com Raniel em baixa, o interino Emílio Faro pode optar por Figueiredo ou Eguinaldo.

Figueiredo pode ganhar nova oportunidade entre os titulares do Vasco - Foto: Daniel RAMALHO/CRVG

As dúvidas não param por aí. Sem Marlon, uma posição no ataque está disponível. Em um primeiro momento, Palacios e Bruno Tubarão estão na briga pela posição. Gabriel Pec corre por fora. O confronto ainda vai marcar o reencontro entre o CSA e seus ex-jogadores: Thiago Rodrigues e Yuri Lara.

A escalação do Gigante da Colina não deve fugir do padrão das últimas partidas. Com a espinha dorsal mantida, o Vasco deve jogar com: Thiago Rodrigues; Matheus Ribeiro, Anderson Conceição, Danilo Boza e Edimar; Yuri Lara, Andrey Santos e Nenê; Palacios (Bruno Tubarão), Alex Teixeira e Raniel (Figueiredo ou Eguinaldo).

Arbitragem

Paulo César Zanovelli da Silva (CBF/MG) apita o confronto no Trapichão. Já Felipe Alan Costa de Oliveira (CBF/MG) e Ricardo Junio de Souza (CBF/MG) ficam como assistentes. Helder Brasileiro de Aquino (CBF/AL) será o quarto árbitro. A responsabilidade como árbitro de vídeo será de Igor Junio Benevenuto de Oliveira (VAR-FIFA), enquanto Frederico Soares Vilarinho (CBF/MG) será o assistente.