Abrindo a 14ª rodada, CRB faz confronto direto com a Chapecoense, em Santa Catarina

Após empatar no sufoco com o Ituano, Galo da Praia tenta compensar com triunfo fora de casa

Nesta terça-feira (21), a 14ª rodada da Série B do Brasileiro será aberta com um jogo de seis pontos. Na Arena Condá, em Chapecó, Chapecoense e CRB se encontram às 19 horas. Os dois clubes estão, literalmente, colados na tabela de classificação e precisam do resultado positivo para se juntar ao pelotão de cima do torneio.

Cenário

Apesar da proximidade e números parecidos, o Galo tem vantagem sobre os catarinenses. Hoje, o time regatiano está na 12ª posição da Segundona, com 15 pontos. A vantagem é por conta do número de vitórias, já que o CRB venceu quatro partidas, enquanto a Chape apenas três. A equipe treinada por Daniel Paulista ainda tenta a segunda vitória fora de Maceió.

A Chapecoense vem logo atrás, com os mesmos 15 pontos. Entretanto, o clube vem tentando uma sequência de vitórias para se afastar da zona do rebaixamento e apagar a má fase. Após ficar sete partidas sem vencer, o Índio bateu o poderoso Bahia, fora de casa, e conseguiu escapar do Z4, pelo menos até esta rodada.

Após empate com o Ituano, Galo ficou colado com a Chapecoense na tabela da Série B - Foto: Ailton Cruz

CRB

O CRB vem de um susto tremendo na última rodada. Jogando no Trapichão, o Regatas empatou com o Ituano no sufoco, marcando o gol da igualdade apenas aos 51 minutos do segundo tempo. A atuação deixou uma pulga atrás da orelha da torcida, que não gostou do desempenho dentro de campo.

A principal reclamação está no ataque. Com a exceção do artilheiro Anselmo Ramon, os números dos atacantes do Galo têm sido desanimadores. Na condição de visitante, o time regatiano balançou a rede apenas duas vezes na Série B, contra o Novorizontino e Sport. Entre os 20 participantes da Segundona, o CRB tem o segundo pior ataque.

Em campo, Daniel Paulista não contará com o meia Maicon. Na semana passada, o jogador comunicou o desejo de sair do Galo por conta de seus problemas físicos. Além disso, o volante Yago não joga por ter tomado o terceiro amarelo no embate com o Ituano.

Pouca produção ofensiva vem sendo criticada dentro do CRB - Foto: Ailton Cruz

Apesar disso, o técnico do CRB ainda tem motivos para se orgulhar, já que o desempenho defensivo vem sendo agradável. Preocupado com a marcação, o trio de zaga deve seguir. Ainda sem Claudinei, Uilian Correia e Marthã devem formar a dupla de volantes. Assim, o time regatiano pode jogar com: Diogo Silva; Gum, Gilvan e Wellington Carvalho; Raul Prata, Marthã (Wallace), Uilian Correia, Guilherme Romão e Rafael Longuine; Richard e Anselmo Ramon.

CHAPECOENSE

Sob comando do experiente técnico Gilson Kleina, o Verdão do Oeste passou por um momento de crise na Série B. Já tendo frequentado o G4, a equipe despencou após ficar sete jogos sem vencer. Entrou na zona do rebaixamento por um curto período, mas o triunfo sobre o Bahia deu calma para o plantel trabalhar.

Agora, dentro de casa, a Chapecoense quer a segunda vitória seguida para voltar a brigar no topo. O atacante equatoriano Orejuela deve retornar ao time titular. Porém, quem não joga é Perotti, peça fundamental na formação ofensiva. Para seu lugar, Kleina deve apostar no experiente Éderson, que tem passagens por Athletico-PR e Vasco.

Verdão do Oeste tem um dos elencos mais experientes da Série B, zagueiro Léo tem 34 anos - Foto: Tiago Meneghini/ACF

Matheus Bianqui retorna após cumprir suspensão contra o Bahia, mas deve iniciar no banco de reservas. Guilherme Rend briga por um lugar no time titular com Pablo Oliveira. Focando na parte defensiva, Gilson Kleina deve armar a Chape com: Vagner; Pablo, Léo, Victor Ramos e Fernando; Pablo Oliveira (Guilherme Rend), Marcelo Freitas e Tiago Real; Chrystian, Éderson e Orejuela.

Arbitragem

Para o confronto importante, a arbitragem será de nível FIFA. A árbitra Edina Alves Batista (FIFA) comanda o apito ao lado dos assistentes Alessandro Alvaro Rocha de Matos (FIFA) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (CBF/SP). Gustavo Ervino Bauermann (CBF/SC) será o 4º árbitro. Na cabine do árbitro de vídeo, Vinicius Furlan (CBF/SP) será o VAR, enquanto Herman Brumel Vani (CBF/SP) será seu assistente.