Imagem
Menu lateral
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
Imagem
Imagem
GZT 94.1
GZT 101.1
GZT 101.3
MIX 98.3
compartilhar no whatsapp compartilhar no whatsapp compartilhar no facebook compartilhar no linkedin
copiar Copiado!
ver no google news

Ouça o artigo

Compartilhe

HOME > esportes > ALAGOANO

39 anos depois, CRB sonha com novo tetracampeonato alagoano

Galo faturou 4 títulos estaduais, de forma consecutiva, pela última vez em 1979. "Silva Cão" relembra feito regatiano: "Qualidade técnica grandiosa"

Com a temporada 2018 muito próxima de começar oficialmente em Alagoas, a torcida do CRB já não consegue mais controlar a ansiedade em rever seu time dentro de campo. Isso também se deve pela possibilidade de o Galo se tornar campeão alagoano pela quarta vez consecutiva, feito alcançado pelo clube alvirrubro nas décadas de 40 e 70, quando se igualou ao CSA - maior rival -, que possui três tetracampeonatos.

Primeiro clube a conquistar o campeonato alagoano, no ano de 1927, o CRB voltaria a levantar o caneco estadual em 1930. Após o bi, o alvirrubro viu o CSA tornar-se o maior campeão do estado, com cinco títulos até o ano de 1936. Porém, com um time intitulado "esquadrão de aço", o Galo sagrou-se, pela primeira vez em sua história, tetracampeão alagoano entre 1937 a 1940, engrandecendo a rivalidade com o Azulão.

Leia também

Imagem ilustrativa da imagem 39 anos depois, CRB sonha com novo tetracampeonato alagoano
| Foto: FOTO: Cortesia

Sempre a medir forças com o CSA nas décadas seguintes, em busca da hegemonia do futebol alagoano, o CRB voltaria a ser tetracampeão 39 anos depois do primeiro feito. Com um timaço comandado pelo ponta-esquerda Silva, o Regatas celebrou o seu segundo tetra em 1979, quando o Galo também contava com craques como Jorge da Sorte.

Diretor do Museu dos Esportes, o historiador Lauthenay Perdigão relembra, com muito saudosismo, o Galo em 79. "Era um time que dava gosto de você assistir. Claro que eram outros tempos, mas aquele time fazia os torcedores irem à loucura nas arquibancadas", afirmou.

Imagem ilustrativa da imagem 39 anos depois, CRB sonha com novo tetracampeonato alagoano
| Foto: FOTO: Cortesia

À

Gazetaweb

, Silva também não esquece a época em que foi ídolo regatiano, afirmando que o ponto forte de seu time era a qualidade técnica dos jogadores.

- Aquele elenco tinha uma qualidade técnica grandiosa, algo difícil de se encontrar no futebol atual. Além disso, o time era formado por jogadores mais experientes, mesclados com os garotos da base do CRB, o que contribui bastante para a evolução de uma equipe.

Coincidência ou não, em 2018, completa-se 39 anos do segundo tetra do CRB, o que eleva a esperança do mais supersticioso torcedor alvirrubro em torno de mais um título estadual.

Aliás, nos últimos anos, o Galo tem construído uma vantagem considerável em relação ao CSA quando a disputa é o Campeonato Alagoano. Para se ter uma ideia, nos anos 2000, o Regatas acumula seis troféus (2002, 2012, 2013, 2015, 2016 e 2017), contra apenas um do rival (2008).

Para o torcedor Vitor Neves, 27, erguer mais uma taça terá um significado ainda maior para cada regatiano.

- Vencer o Campeonato Alagoano mais uma vez será algo inesquecível para qualquer regatiano. Isso porque, além de ser tetracampeão, o título vai dar continuidade a esta hegemonia do CRB no cenário do futebol alagoano. Tenho certeza que seremos campeões.

Imagem ilustrativa da imagem 39 anos depois, CRB sonha com novo tetracampeonato alagoano
| Foto: FOTO: Arquivo / Museu do Esporte

Contudo, o CRB não deve ter vida fácil. É que o maior rival vem embalado após uma temporada vitoriosa, em razão do título da Série C do Brasileiro. E sem levantar o caneco no Estadual desde 2008, a direção azulina já adiantou que o título, 10 anos depois, é a principal meta do clube neste primeiro semestre.

Questionado sobre a expectativa em torno do Alagoano 2018, Silva disse acreditar que este será um dos campeonatos mais difíceis dos últimos anos para o Galo.

- Eu vejo o favoritismo um pouco ao lado do CSA, pelo fato de os jogadores se conhecerem bem desde a temporada passada, diferentemente do que ocorre ao CRB, que renovou seu elenco. Outra novidade é que as duas equipes estarão juntas na Série B, tendo investimentos parecidos, coisa que não ocorria há algum tempo. Com todos estes fatores em jogo, se o Galo for tetracampeão, o título deverá ser ainda mais valorizado. O certo é que teremos grandes emoções.

O CRB começa a sua caminhada no Campeonato Alagoano no dia 21 de janeiro, diante do CEO, no Estádio Rei Pelé, enquanto o CSA vai encarar o Santa Rita, no mesmo dia, em Boca da Mata.

App Gazeta

Confira notícias no app, ouça a rádio, leia a edição digital e acesse outros recursos

Aplicativo na App Store

Tags

Relacionadas