"Quis muito vir para cá", afirma novo treinador do CSA

Técnico Rogério Corrêa falou pela primeira vez como novo comandante do Azulão

Na tarde desta sexta-feira (13), o novo técnico do CSA, Rogério Corrêa, ao lado do diretor de futebol Marlon Araújo, do dirigente Alarcon Pacheco e do presidente Rafael Tenório, concedeu entrevista coletiva no Complexo Sportivo Gustavo Paiva. Além de dar as boas vindas ao torcedor azulino, o treinador falou a respeito das caraterísticas do seu trabalho e como pretende implementar suas ideias na equipe azulina.

"Eu sou um treinador que gosta do futebol bem jogado, porém, acho que antes de qualquer coisa o time precisa ter uma intensidade, uma entrega, tem que ter um conhecimento tático. Sou um treinador que visa muito à parte tática, mas gosto de um time muito agressivo, um time que seja veloz no ultimo terço do campo", afirmou Rogério.

O treinador carioca ainda enfatizou o porquê de ter optado pelo CSA, já que teve outras propostas de equipes das Series B e C do Brasileiro.

"Neste ano eu tive boas possibilidades de sair devido ao bom desempenho no campeonato carioca. Tiveram equipes da Série B, como o Londrina, da Serie C também. E, para deixar claro, eu não saí do Volta Redonda para vir ao CSA. Eu cumpri o meu contrato com a equipe carioca e, após dois dias, iniciei conversas com o CSA. Eu quis muito vir para cá", respondeu.

Rogério também traçou qual a possível estratégia para a curta pré-temporada e como vai preparar o elenco para os jogos da Copa do Nordeste.

"Se tivéssemos um tempo maior, óbvio que seria o ideal. Vamos conversar com a comissão técnica para que a gente possa adiantar o processo de recuperação e preparação desses jogadores que vão chegar da Serie C, Serie B. Teremos quatro semanas de treinamentos para chegarmos firmes para a Copa do Nordeste".

Rogério Corrêa ao lado do Presidente Rafael Tenório - Foto: Morgana Oliveira/CSA

Outros destaques da coletiva ficaram com o diretor de futebol, Marlon Araújo, que confirmou dois jogadores com pré-contratos assinados e que posteriormente serão divulgados. E o dirigente Alarcon Pacheco, garantindo que já conversou com o treinador sobre alguns atletas em mente e que posteriormente irão atrás desses nomes.

A coletiva encerrou com a fala do presidente Rafael Tenório, falando sobre os rumos que a equipe do CSA irá tomar a partir deste momento.

"Quero dizer que neste momento o CSA renasce. Esse será o resgate dois do Azulão. Todos sabem o que aconteceu em 2022, mas agora não vamos falar mais do passado e, sim, do presente e do futuro", enfatizou o presidente marujo.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p