Marcos Barbosa diz que Zé Carlos será multado por incidente em bar no Pinheiro

Presidente regatiano nega que jogador tenha agredido jovem, mesmo tendo sido vítima, segundo dirigente, de suposto racismo

O presidente do CRB, Marcos Barbosa, comentou, no início da tarde desta segunda-feira (25), a denúncia de que Zé Carlos teria agredido a jovem G. K. L. S., de 22 anos, durante a madrugada, em bar localizado no bairro do Pinheiro, em Maceió. Segundo o dirigente alvirrubro, o clube irá multar o atacante, apesar da suposta agressão ter sido registrada em momento de folga do jogador.
"Zé Carlos deverá ser punido financeiramente pelo clube. Nosso desejo é o de que esta multa se dê com a compra de cestas básicas que deverão ser distribuídas para famílias pobres de Maceió", afirmou o cartola alvirrubro, em entrevista à Rádio Jovem Pan.
Ainda segundo Barbosa, o jogador lhe revelou que foi xingado pela jovem e que não a agrediu em nenhum momento. "Ele disse que foi convidado ao palco pelos artistas que se apresentavam naquele momento e que a moça o teria chamado de macaco. Foi quando ele a segurou pelo braço e exigiu respeito. Conheço-o e seu que ele não é homem de bater em mulher. Porém, não há justificativa para o que ocorreu. Espero que ele peça desculpas a todos", disse.
O presidente disse também que, mesmo o jogador estando de folga até às 15h30 de hoje, a multa se faz necessária em razão da repercussão em torno do nome do clube. "O CRB não pode ser prejudicado por causa do acontecido e, por esta razão, o clube não irá apoiar esse tipo de comportamento", afirmou.
Na mesma entrevista, Marcos Barbosa afirmou que o clube não irá prestar nenhuma assistência jurídica a Zé Carlos, caso o jogador dela necessite. "Nossos advogados não irão trabalhar neste caso. Se esta situação tomar maior proporção, o jogador deverá arcar com quaisquer custos. O CRB não tem nada a ver com isso", completou.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p