CSA mira contratação de treinador antes de fechar com jogadores

Clube azulino espera um técnico com experiência e que consiga buscar o acesso para a Série B ano que vem

O ano de 2024 já começou oficialmente para o CSA. Depois da diretoria maruja anunciar quem serão os responsáveis pelo futebol, o trabalho dentro dos bastidores iniciou imediatamente, sob o comando do diretor Marlon Araújo e do executivo Alarcon Pacheco.

E é claro que o torcedor azulino fica empolgado com o que está por vir. Entretanto, os adeptos terão que aguardar um tempo antes de conhecerem os novos componentes do time marujo. Em coletiva nessa quarta-feira (28), a nova comissão de futebol admitiu que a busca principal é por um treinador, antes mesmo de fechar contratações.

Apesar de nem Marlon e nem Alarcon revelarem nomes, alguns rumores começam a borbulhar nos bastidores. A dupla indicou que o técnico deve seguir o perfil que Rafael Tenório gosta: um cara experiente em acessos, com características parecidas com Ney da Matta, Oliveira Canindé e Marcelo Cabo, por exemplo.

Isso trouxe à tona o nome de Gilson Kleina, que é um experiente treinador e já passou por Palmeiras, Coritiba, Ponte Preta e Chapecoense. Questionado sobre o técnico, Marlon Araújo disse que ainda não tem nenhum nome definido.

Marlon Araújo foi questionado sobre Gilson Kleina - Foto: Jefferson Alves/Brusque FC

"Por enquanto, não tenho nenhum nome ainda certo. Nomes vão surgir, porque sabem da minha forma de ver futebol. É natural a especulação. A gente pode passar para o torcedor que ele pode ter a certeza de que quem a gente buscar, vai ter um perfil onde encaixe em vários fatores, como financeiro, cultural do clube e no projeto".

Outro nome comentado nos bastidores foi o de João Burse, que conseguiu o acesso com o Vitória na Série C, em 2022. O técnico está desempregado desde que saiu do Tombense, em agosto.

Já no tocante ao elenco, Alarcon Pacheco deixou escapar na coletiva que recebeu contato de alguns jogadores que disputam, até mesmo, a Série B do Campeonato Brasileiro. Entretanto, nada foi definido e não tem ninguém fechado.

A ideia do executivo é fazer um elenco mais enxuto, com pelo menos 28 jogadores, com muitos jovens. Porém, há um atleta específico que está na mira do Azulão para ser o capitão e hoje disputa a Série B do Brasileirão. O nome não foi revelado, mas Alarcon afirmou que o CSA tentará a contratação.

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p