CRB se solidariza com torcedor do ASA que foi agredido em Arapiraca

Dois dias após agressões, clube alvirrubro se pronuncia e condena ações cometidas pelos regatianos

Na manhã desta quinta-feira (2), o CRB, enfim, se pronunciou sobre o caso de violência sofrida por um torcedor do ASA, na última terça-feira (31), logo após o duelo entre Galo e Alvinegro, pela 5ª rodada do Campeonato Alagoano. O episódio aconteceu em Arapiraca, próximo a um condomínio. Oito homens, vestindo a camisa do CRB, proferiram agressões físicas contra um jovem que utilizava a camisa do Fantasma.

Em nota oficial, o clube regatiano repudiou todas as ações desses supostos torcedores. Além disso, prestou solidariedade ao torcedor do ASA, que segue em recuperação.

Desde o início da temporada, esta é a segunda vez que Alagoas registra casos de violência entre torcidas. Há duas semanas, em Maceió, as organizadas de CSA e CRB se envolveram em diversas confusões por toda a cidade, o que levou a proibição desses torcedores nos estádios.

O delegado Edbergue Oliveira, titular da 4ª Delegacia Regional de Polícia de Arapiraca, informou na noite dessa quarta (1º), que o fato já está sendo investigado.

"Logo após tomarmos conhecimento dos fatos, nós instauramos o inquérito policial para apurar. Já realizamos a oitiva da vítima, a encaminhamos para o IML para realização de exame de corpo de delito. Inicialmente, tipificamos a conduta como tentativa de homicídio, lesão corporal e roubo, mas tudo isso vai ser individualizado através das condutas dos criminosos".

Confira a nota do CRB na íntegra:

"O Clube de Regatas Brasil vem por meio desta nota repudiar os atos de violência que ocorreram na cidade de Arapiraca, na última terça-feira (31), e se solidarizar com o torcedor do ASA.

O CRB não compactua com qualquer tipo de violência sejam elas realizadas dentro dos estádios ou nas imediações, principalmente quando realizadas por "torcedores" do Galo de Campina. Esses criminosos não representam a entidade centenária, Clube de Regatas Brasil, e não podem fazer parte do ambiente esportivo.

A direção regatiana está a disposição dos órgãos competentes na busca pela identificação dos agressores e para que todas as medidas corretas sejam tomadas.

Destacamos novamente que o CRB é contra toda forma de violência, dentro ou fora dos estádios, por qualquer motivação. O Galo de Campina preza pela paz e segurança de todos".

Receba notícias da GazetaWeb no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta acessar a nossa comunidade:

https://4et.us/rvw00p